PF cumpre mandados de busca em operação contra venda de moeda falsa pela internet

Um suspeito de venda de moeda falsa pela internet foi preso em uma operação da Polícia Federal no Morro da Fé, na Penha, Zona Norte do Rio, na manhã desta terça-feira (10).

A operação, comandada pela delegacia de Angra dos Reis, no Sul Fluminense, cumpre mandados de busca e apreensão na comunidade.

Além da venda de moeda falsa, os policiais identificaram que os criminosos, inclusive o suspeito que foi preso, se aproveitaram da pandemia Covid-19 para cometer fraudes no auxílio emergencial e também no no FGTS.

Homens da Polícia Militar dão apoio à operação. Quando os PMs entraram na comunidade houve confronto e troca de tiros.

Foram apreendidos um computador, dois celulares, dinheiro, documentos e cartões de crédito falsos, além de máquinas de cartões, serão encaminhados à perícia técnica.

O preso foi indiciado e responderá pelos crimes de estelionato qualificado, moeda falsa e associação criminosa.

Bando oferece R$ 1.500 falsos por R$ 100
Através da internet, criminosos oferecem notas de R$ 20, de R$ 50 e de R$ 100. Segundo eles, as cédulas passam até no teste da luz negra, pois se trata de material ‘top’. Pagando R$ 100, o cliente recebe R$ 1.500 em notas falsas.

“Quando eu vi a postagem no grupo do Facebook eu achei até que fosse meme ou algum tipo de piada”, afirmou pessoa que viu o anúncio em várias páginas de compra e venda de uma rede social.

A produção do RJ1 entrou em contato com eles por dois números divulgados nos anúncios, mas não encomendou o produto. O criminoso mandou vídeos para comprovar que as notas são muito parecidas com as verdadeiras.

“Vou te mostrar as nota aqui. Isso daqui é um pacote de 3 mil que eu vou mandar pro cliente. As notas é as mesmas, viu?”, diz o criminoso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *