19/07/2024
Política

Operação da Barreira Fiscal apreende carreta com combustível do deputado Thiago Rangel

A retenção de uma carreta carregada com combustível, da rede de postos do deputado estadual Thiago Rangel, na noite dessa terça-feira (14), criou muita confusão no Posto Fiscal Mato Verde, na BR-101, em Campos dos Goytacazes; a alegação da fiscalização era de que não havia nota.

Imediatamente, o parlamentar foi comunicado e, por meio de vídeo chamada, tentou reverter a situação; teria pedido a liberação do veículo, sem, no entanto, ter sido atendido pelo auditor de plantão.

No local a informação foi que Thiago agiu rispidamente ao contestar (em chamada de vídeo) a ocorrência e tentou usar sua influência como parlamentar; a equipe dele encarregada de resolver o problema teria chegado em um carro oficial da Assembleia Legislativa (Alerj).

Por telefone, o jornal ouviu o deputado, que alegou ter sido tudo um mal entendido: “eu jamais praticaria uma irregularidade dessa; o que ocorreu foi apenas o esquecimento do escritório da minha empresa de fazer o manifesto do frete, do meu posto de Rio das Ostras”.

“O caminhão-tanque transportava combustíveis devidamente acobertado por nota fiscal de aquisição de distribuidora registrada na ANP (Agência Nacional de Petróleo)”, acrescentou Rangel, reforçando: “além disso, (o veículo) possui todas as licenças para o transporte de cargas perigosas, e documentação em dia”.

O deputado repetiu que “no momento da fiscalização, por um lapso do administrativo, não estava de posse do manifesto de resíduos que foi emitido no momento da fiscalização”. No entanto, o boletim da ocorrência, que aconteceu durante a “Operação Foco Divisas”, realizada pela Barreira Fiscal de Mato Verde, contraria os argumentos do parlamentar.

Está escrito que a abordagem ocorreu por volta de 21h20 na BR-101, Km 58, no Posto Shell; o veículo, a Scania R440, placa MRN 6B04, dirigida por Nelson Biazini Soares, 45: “está guarnição em patrulhamento se deparou com o caminhão acima citado procedendo para destino ignorado”, diz o boletim.

Em seguida, a dinâmica da abordagem assinala: “continuamos seguindo o caminhão até o Posto Shell Bonsucesso, onde esta guarnição abordou o motorista que já se encontrava fora do veículo e procedendo para entrar no veículo 02 (Honda Civic placa KVR 9F80)”.

A equipe pontua que verificou a nota fiscal e até então constou que havia descarregado uma quantidade (cinco mil litros) de combustível em local ignorado e o restante (30 mil litros) seria entregue em Rio das Ostras.
De acordo ainda com a “dinâmica”, o motorista do Honda Civic, Alexandre Barbosa de Souza, fez contato com uma terceira pessoa: “este então, em tom de desprezo, se desfez da guarnição, mostrando-se superior à autoridade policial”.

“Sendo assim, o mesmo veio a se identificar como deputado estadual do Rio de Janeiro (Thiago Rangel), querendo usar sua influência para que esta guarnição não procedesse com a Ocorrência Fiscal”, destaca a ocorrência, enfatizando: “desta forma, contactamos o Auditor Fiscal, que solicitou conduzir o veículo 01 ao Posto Fiscal para devidas providências”.

Concluindo, o registro relata: “já conduzindo a ocorrência, o senhor deputado estadual fez contato através de vídeo chamada e assim constatamos que era realmente o nobre deputado Thiago Rangel”.

Boletim de ocorrência

“Dinâmica: Está guarnição em Patrulhamento se deparou com o caminhão acima citado procedendo para destino ignorado. Desta forma continuamos seguindo o caminhão até o Posto Shell Bonsucesso onde está guarnição abordou o motorista que já se encontrava fora do veículo e procedendo para entrar no veículo 02. Verificamos a Nota Fiscal e até então constatamos que havia descarregado uma quantidade (5000L) de combustivel em local ignorado e o restante (30.000L) será entregue em Rio das Ostras. Momento esse onde o motorista 02 fez contato com uma terceira pessoa, este então em tom de despreza se desfazendo da guarnição mostrando superior a autoridade Policial. Sendo assim o mesmo veio a se identificar como Deputado Estadual do Rio de Janeiro (Thiago Rangel) querendo usar sua influência para que está guarnição não procedesse com a Ocorrência Fiscal. Desta forma contactámos o Auditor Fiscal que solicitou conduzir o veículo 01 ao Posto Fiscal para devidas providências. Já conduzindo a ocorrência o senhor Deputado Estadual fez contato através de vídeo chamada e assim constatamos que era realmente o nobre Deputado Thiago Rangel.

Com informações jornal O Dia*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *