Vítimas denunciam o ‘golpe do imóvel clonado’ e perdem até R$ 3,5 mil; polícia investiga

A Polícia Civil do Rio investiga um golpe que tem lesado pessoas que buscam um imóvel para alugar. Vítimas alegam ter perdido até R$ 3,5 mil.

Nesse golpe, bandidos pegam informações de ofertas de aluguel em sites na internet e criam um clone dos anúncios. Valor do IPTU, fotos e endereços dos apartamentos são os mesmos. Só que o preço publicado pelos golpistas é bem mais baixo — o que atrai as vítimas.

O interessado liga o golpista e marca de visitar o apartamento — geralmente, os anúncios clonados são de senhorios que deixam a chave na portaria.

Depois da inspeção, o “inquilino” acerta o contrato com o estelionatário, que cobra um depósito ou uma caução. Quando o dinheiro cai, o golpista some.

Um casal entregou R$ 3,5 mil e todos os dados pessoais para uma estelionatária.

“A gente realmente acreditou, com todas as provas que ela encaminhou para a gente, que o contrato era real. Não tinha nada que despertasse alguma desconfiança, foi tudo muito perfeito”, disse a mulher.

Em outro caso, um homem que queria se mudar da Tijuca para Copacabana depositou R$ 2 mil de caução. Recebeu até um contrato.

“Quando eu fui lá pegar a chave, tinha uma outra pessoa também para buscar a mesma chave, do mesmo apartamento. Aí a gente percebeu que era um golpe”, contou.

Os casos foram registrados na Delegacia de Copacabana.

Segundo a delegada Raíssa Celles, na pandemia os casos de estelionato aumentaram — principalmente porque as negociações são feitas apenas pela internet.

A Associação Brasileira de Administradora de Imóveis (Abadi), tem dicas para não cair nesse golpe.

  • Procure saber se está lidando com uma imobiliária ou corretores credenciados;
  • Desconfie se o aluguel for cobrado antes de o locador fazer o contrato – isso é proibido por lei;
  • Confira se o dono do local é o proprietário; através de documentação como IPTU, contas de água e luz ou RGI;
  • Desconfie de valores muito abaixo do mercado.

G1*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: