SFI: expectativa de bons resultados na avaliação da prova do SAEB

A Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI), por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC), vem preparando os alunos da rede para a prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) desde início de 2018, através de avaliações internas que diagnosticaram o nível de aprendizagem e os direcionaram para novas estratégias. Neste ano, a prova do SAEB teve início no último dia 21 e se estende até esta sexta-feira (1). A expectativa da SMEC é de que os estudantes tenham um bom desempenho na avaliação.

Desde o começo da preparação, os docentes foram instruídos a focarem suas aulas nas maiores dificuldades dos alunos. Durante algumas semanas anteriores ao início da aplicação, uma chamada “Força Tarefa” foi realizada nas escolas com a perspectiva de preparar os estudantes da rede municipal de ensino para participarem da avaliação.

A Coordenação específica das disciplinas de Língua Portuguesa (Elayne Críscia Lemos Pessanha Póvoa – anos iniciais e finais) e Matemática (Silane Vieira – anos iniciais e Renata Pereira Viana Manhães – anos finais) elaborou um vasto material baseado nos descritores cobrados na avaliação externa. Os descritores mostram as habilidades que são esperadas dos alunos em diferentes etapas de escolarização e são passíveis de serem aferidas em testes padronizados de desempenho.

A “Força Tarefa” contou com o trabalho em massa da equipe da Coordenação Pedagógica, dos professores das disciplinas específicas, dos outros docentes quanto à colaboração na adequação de horários/aulas, da contratação temporária de novos professores, da disponibilidade e organização dos gestores das unidades escolares, da colaboração dos funcionários de Apoio, da compreensão e incentivo dos pais e responsáveis pelos alunos e da garra e força de aprender dos próprios alunos.

A avaliação de forma amostral de Ciências da Natureza também foi aplicada pelo sistema e em SFI, a Escola Municipal Ilda Muylaert de Machado, da localidade de Brejo Grande, participou respondendo também a este componente curricular.

Conversa motivacional com os alunos

A secretária municipal de Educação e Cultura, Yara Cinthia, visitou as unidades que provavelmente fariam a avaliação e teve uma conversa motivacional com todas as turmas.

“Toda essa movimentação é muito importante, não somente para a rede de ensino, mas também para os alunos que participam desse momento tão eufórico e cheio de aprendizagem. É emocionante presenciar a força e disposição que cada estudante evidencia ao afirmar que estará representando sua escola e que fará da melhor forma possível”, revelou a secretária.

O Governo Federal marcou datas diferentes para a aplicação em cada uma das escolas e cada unidade está personalizadamente recebendo os estudantes no dia da avaliação de forma acolhedora e motivacional.

“A prova SAEB é um dos instrumentos utilizados para definir o IDEB do município. Posso afirmar que pela primeira vez a rede de ensino se mobiliza em prol da boa colocação de SFI nos rankings nacionais. Eu me orgulho muito da minha equipe da SMEC”, afirmou a prefeita.

Entenda o que é o SAEB

É um conjunto de avaliações externas em larga escala que permite ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) realizar um diagnóstico da educação básica brasileira e de fatores que podem interferir no desempenho dos estudantes.

Por meio de testes e questionários, aplicados a cada dois anos na rede pública e em uma amostra da rede privada, o SAEB reflete os níveis de aprendizagem demonstrados pelos estudantes avaliados, explicando esses resultados a partir de uma série de informações contextuais.

A prova SAEB permite que as escolas e as redes municipais e estaduais de ensino avaliem a qualidade da educação oferecida aos estudantes. O resultado da avaliação é um indicativo da qualidade do ensino brasileiro e oferece subsídios para a elaboração, o monitoramento e o aprimoramento de políticas educacionais com base em evidências.

As médias de desempenho dos estudantes, apuradas no SAEB, juntamente com as taxas de aprovação, reprovação e abandono, apuradas no Censo Escolar, compõem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

Realizado desde 1990, o SAEB passou por várias estruturações até chegar ao formato atual. A partir de 2019, a avaliação contempla também a educação infantil, ao lado do ensino fundamental e do ensino médio.

Ascom SFI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *