Coronavírus: Witzel suspende a cobrança de água para moradores com tarifa social e proíbe permanência em comércio

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, publicou dois novos decretos nesta quarta-feira (25) no Diário Oficial sobre o estado de calamidade causado pela expansão da Covid-19.

Um deles autoriza a suspensão da cobrança da conta de água por parte da Cedae para os moradores do Rio de Janeiro que fazem parte da tarifa social ou comércio de pequeno e médio porte. A medida é referente às cobranças dos meses de abril, maio e junho.

O segundo decreto pede a não permanência de clientes no interior de estabelecimentos comerciais que estão autorizados a funcionar em caráter excepcional. Ou seja, o cliente pode fazer compras, mas deve sair logo em seguida para evitar aglomerações e contato físico.

O governador lembrou ainda no decreto que os pontos comerciais autorizados a prestar serviço durante o período de calamidade são:

  • lojas de conveniência;
  • mercados de pequeno porte;
  • açougues;
  • aviários;
  • padarias;
  • lanchonetes;
  • hortifrútis;
  • e demais estabelecimentos congêneres, que se destinam a venda de alimento, bebida, material de limpeza e higiene pessoal.

G1*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: