Caio Vianna promete finalizar obras inacabadas e gerar emprego e renda em Campos

Texto da assessoria do candidato

Caio Vianna (PDT), candidato a prefeito pela coligação Reviva Campos, esteve no bairro Goitacazes em reunião com moradores da localidade. Ao lado da candidata a vice-prefeita, Gilmara Gomes, e do ex-prefeito Arnaldo Vianna, o prefeitável falou sobre o atual cenário do município.

“O que mais me deixa triste é ver o número de pessoas desempregadas e passando necessidade. Campos já teve uma economia forte e chegou a ser considerada a capital do interior. Hoje, é uma cidade abandonada que não dá oportunidade para as pessoas e isso tem tudo a ver com as escolhas que um prefeito faz”, destacou Caio Vianna.

O candidato pedetista comentou ainda que Campos sofre com as muitas dívidas deixadas aos cofres públicos. “Obras inacabadas, como a do Mercado Municipal, na qual foram gastos R$ 14 milhões; a ampliação e a reforma do HGG, que custou R$ 5 milhões; e o Camelódromo, que consumiu R$ 10 milhões em verba pública. Nenhuma dessas obras foram finalizadas. Isso tem que acabar!”, ressaltou Caio Vianna.

O prefeitável citou também o rombo do PreviCampos. ‘Segundo o relatório da CPI do PreviCampos, realizada pela Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, a concessão de benefícios previdenciários sofreu um rombo de R$ 400 milhões”, afirmou Caio Vianna.

Outro tema abordado durante o encontro com a população do bairro de Goitacazes foi a falta de emprego e renda para o cidadão campista. “A irresponsabilidade da gestão passada empurrou Campos para uma crise sem precedentes, que gerou desemprego e queda na qualidade de vida. A gestão atual não teve competência para reverter a situação e o desemprego disparou de vez. Não podemos deixar que essas pessoas voltem a governar nossa cidade. Temos que trazer de volta o jeito de governar que a gente sabe que dá certo”, declarou Caio Vianna.

O candidato pelo PDT apresentou as propostas da coligação Reviva Campos para o desenvolvimento econômico da cidade. “Campos tem terra fértil. É a cidade com a maior extensão territorial do Estado do Rio. Tem um enorme potencial econômico na agricultura, na indústria, no comércio e no serviço. Para gerar emprego, vamos retomar o Fundecam para atrair novas empresas; incentivar o pequeno agricultor e a agricultura familiar; e estimular a construção civil com a retomada de obras que estão inacabadas”, comprometeu-se Caio Vianna.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *