Iabas diz que vai ficar ‘feliz’ se obras de hospitais de campanha forem paralisadas

Em uma nota oficial, a Iabas afirmou que “muito sinceramente estaremos felizes em paralisar nossas operações” dos hospitais de campanha para que foi contratada, informa o G1.

A Organização Social foi escolhida pelo governo do estado para construir e gerir as seis unidades planejadas — apenas uma foi entregue, a do Maracanã.

Parceria com a rede contratualizada

O secretário de saúde do Estado, Fernando Ferry, afirmou em entrevista a TV Globo, na manhã desta sexta-feira (22) que o estado está analisando uma possível parceria com a rede contratualizada. “Estou fazendo um levantamento em todas as cidades do Estado para sabe qual é o custo operacional de internações em leitos de hospitais particulares junto com a minha equipe para saber o que é mais viável financeiramente. Se é dar sequência aos hospitais de campanha com menos de 30% das obras concluídas ou se é melhor suspender as obras e alugar leitos em hospitais particulares”, afirmou Ferry.

Comente

%d blogueiros gostam disto: