15/06/2024
Política

Por unanimidade, STF mantém CPI da Educação em Campos

Por unanimidade, a 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal julgou improcedente a Reclamação impetrada pelos vereadores Paulo Arantes (suplente), Juninho Virgílio e Fred Rangel, da bancada governista, que buscavam suspender a tramitação da CPI da Educação em Campos dos Goytacazes. A decisão da turma foi em julgamento virtual finalizado nessa sexta-feira (26), onde confirmaram a decisão do ministro Cristiano Zanin que já havia negado a Reclamação (AQUI).

A Reclamação impetrada no STF era contra o Presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Ricardo Cardozo, que cassou a liminar da 4ª Vara Cível de Campos dos Goytacazes que havia suspendido a CPI da Educação.

Jurídico peso pesado

Os três vereadores contrataram um renomado escritório jurídico de Brasília, que tem entre seus clientes o PSB Nacional e o vice-presidente da República Geraldo Alckmin.

Na decisão, o ministro rebateu todos os argumentos dos advogados.

Ministro Cristiano Zanin mantém CPI da Educação de Campos

Comente