Vaias e insultos ao prefeito Rafael Diniz em reunião política leva o governo ao pânico

Opinião:

As vaias e insultos que foram dirigidas ao prefeito Rafael Diniz e seus convidados na reunião política realizada na noite de quarta-feira (22), levou o governo municipal ao verdadeiro pânico.

Logo quando Rafael recebe como anfitrião o ex-prefeito do Rio de janeiro Eduardo Paes, o deputado Comte Bittencourt, deputado Paulo Feijó, o suplente de deputado Nelson Nahim, dentre outros personagens que participavam do evento que sucede um constrangimento que para quem conhece a situação da cidade não é nenhuma novidade.

O mais complicado de tudo é que o Rafael e os seus convidados de honra tiveram que fazer uma retirada digna, diante da insatisfação de seus próprios correligionários.

É que a maioria absoluta das pessoas que compunham a reunião era de servidores contratados temporariamente, também conhecidos como RPAs.

Esse pessoal, segundo informações seguras estão com os pagamentos retidos pelo prefeito e isso teria gerado uma insatisfação de proporções além de qualquer expectativa.

A tese defendida pela Corte, através do quebra-faca do prefeito Rafael Diniz, Alexandre Bastos, é que a culpa pelas vaias é do cheque cidadão e que as pessoas teriam recebido R$ 100 para vaiar o chefe do executivo.

É provável que tanto a vaia como os insultos transcorreram pela elevada rejeição do prefeito junto à população por razões obvias.

A contratação de pessoas, sem pagamento em dia, realmente pode dar efeito contrário.

A se atender a tese de Bastos o prefeito estaria pagando R$1000 por mês para não ser vaiado (preço do pagamento do RPA). É Bastos está chegando a hora de arrumar a mesa.

Sinceramente Bastos: acho que a sua tese como a de outro jornal que deu outra notícia são os fake news da semana. Mas o pior de tudo é que os candidatos ao governo do Estado a deputados que estão acompanhando Rafael Diniz deveriam saber da temeridade de se apresentar em público com aquela autoridade.

As imagens e fotos feitas no local valem mais do que mil palavras.

Na verdade ficamos envergonhados perante o ex-prefeito do Rio Eduardo Paes pelo grande constrangimento que ele passou em nossa cidade. Não sei se ele merece isso tudo. Mas quando ele receber um convite de Rafael Diniz, a partir de agora deverá pensar duas vezes.

E olha que o público do evento era seleto, notoriamente de maioria evangélica. Não sei se os convidados de Rafael Diniz ficaram muito felizes com a visita.

Confira o vídeo:

3 comentários em “Vaias e insultos ao prefeito Rafael Diniz em reunião política leva o governo ao pânico

  • 23 de agosto de 2018 em 23:58
    Permalink

    Eu sinceramente, não acredito

    Resposta
  • 23 de agosto de 2018 em 22:40
    Permalink

    Esse prefeito e os seus sao tétricos.
    Agora quer mentir para o povo que sua rejeição é culpa do governo passado já que citaram o cheqye cidadão.
    São de dar pena. Prefeito fake

    Resposta
  • 23 de agosto de 2018 em 20:10
    Permalink

    Quem manda fazer as pessoas de bobas. Isso é só o começo. Se andar no meio das pessoas vai receber vaias mesmo.

    Resposta

De sua opinião