Sargento da Polícia Militar é morto por engano por colegas policiais em Macaé

Durante a madrugada deste domingo(19), o Sargento da Polícia Militar Leonardo Santana foi morto a tiros de fuzil no bairro Visconde, em Macaé.

Ele estava de folga e teria tentado apartar uma briga, e durante a confusão sacou sua arma para tentar abordar os envolvidos na confusão que estariam armados, quando ocorreu um tiroteio no local.

Policiais de serviço foram acionados e ao chegar na região deparou-se com dois elementos correndo tentando dar a partida em uma moto. Ao serem abordados nada de errado foi encontrado, e esses dois homens informaram que na outra rua estariam elementos armados. A viatura seguiu a referida rua, que foi possível avistar o então sargento armado e gritando, os policiais em serviço ao tentar abordar foram surpreendidos pelo gesto do sargento em empunhar a arma, foi quando os policiais efetuaram disparos, e somente depois que o sargento caiu ao chão que foi identificado.

Ele chegou a ser socorrido para o HPM com ferimentos na perna e costas, mas não resistiu.

A Polícia Militar confirmou o caso:

Em nota a Polícia Militar, informou que, na madrugada deste domingo (19/09), policiais militares do 32ºBPM (Macaé) foram acionados na Rua Alfredo Lírio, esquina com a Rua Lobo Júnior, no bairro Bela vista, em Macaé, para averiguar ocorrência de confronto armado. Chegando ao local, os policiais avistaram um indivíduo armado e na tentativa de abordá-lo, a equipe foi surpreendida pelo gesto do homem que empunhou a arma na direção da viatura. Houve revide por parte dos policiais, que efetuaram disparos, neutralizando a ameaça presumida. Posteriormente, a equipe constatou que o indivíduo atingido era policial militar. O ferido foi socorrido ao HPM, e infelizmente, não resistiu aos ferimentos. A ocorrência foi registrada na 123º DP. Cabe ressaltar que a pistola Taurus PT 380 do policial ferido ficou apreendida na delegacia e será periciada. Um Inquérito Policial Militar foi instaurado por determinação da Corregedoria para apuração dos fatos. O comando do 32º BPM presta toda assistência aos familiares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *