Rogério Minotouro se aposenta com derrota em trilogia contra Maurício Shogun na Ilha da Luta

Ao longo de 19 anos de carreira, Rogério Minotouro teve uma carreira completa, com lutas lendárias – e vitórias – contra nomes como Kazushi Sakuraba, Alistair Overeem, Dan Henderson e Tito Ortiz. Mas faltava uma vitória, que lhe escapou por duas vezes, em 2005 e 2015, e mais uma vez ficou próxima de acontecer neste sábado na Ilha da Luta, mas não foi possível. Na luta que marcou a sua aposentadoria, e também a trilogia contra Maurício Shogun, o baiano acabou sofrendo a terceira derrota diante do grande rival, por decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29 e 29-28).

– Tentei o nocaute a luta inteira, usei o meu boxe e a luta foi muito equilibrada. Eu dividi o octógono com os maiores nomes do esporte. Estou com 44 anos de idade e fico feliz em dividir o cage com um grande campeão como Maurício Shogun – disse Minotouro após o combate.

A luta

A luta começou com Shogun tentando encurralar Minotouro, que circulava pelo octógono. Com pouco mais de um minuto de luta, o paranaense travou o baiano com as costas na grade, e passou a aplicar joelhadas nas suas pernas. Após se desvencilhar do rival, Minotouro acertou um direto em Shogun, que buscou sem sucesso o revide na primeira tentativa, mas depois conectou o golpe. Os dois passaram a trocar golpes seguidos, até que Shogun buscou a derrubada, terminando o round por cima de Minotouro no chão.

O panorama da luta no segundo round não se alterou. Os dois lutadores buscavam a trocação, conectando bons golpes e abalando um ao outro. Com cerca de dois minutos de luta, Shogun perdeu o equilíbrio com um avanço de Minotouro e caiu. O rival aproveitou para ficar por cima no chão, na guarda do ex-campeão. Shogun levantou-se e tentou aplicar um double leg em Minotouro, que defendeu e se manteve de pé. Aparentando cansaço, os dois lutadores diminuíam o ritmo até o intervalo.

No terceiro e último round trouxe os dois lutadores cautelosos, atuando no contra-ataque e esperando o ataque um do outro para agir. Minotouro e Shogun atacavam sem se exporem aos contragolpes, e a luta ficava mais lenta. A pouco mais de um minuto para o fim da luta, Shogun mais uma vez buscou a derrubada, e conseguiu cair por cima de Minotouro, que já não tinha fôlego para tentar livrar-se da posição e buscar a inversão. O paranaense aproveitava para fazer postura e acertar golpes de cima para baixo, mantendo essa posição até o fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: