Quissamã anuncia suspensão das barreiras de fiscalização e mudança de horário de atendimento do CTR

A Prefeitura de Quissamã suspenderá nesta quinta-feira (01), as restrições de acesso à cidade, encerrando as atividades das barreiras de fiscalização e monitoramento na entrada principal, em Santa Catarina, Barra do Furado e na chegada à praia de João Francisco. A medida tem como base os novos indicadores que acompanham o quadro de redução dos casos da pandemia da Covid-19, com a diminuição dos atendimentos no Centro de Triagem Respiratória (CTR) e da ocupação dos leitos de CTI no Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus (HMMMJ).

“Era um passo programado pela pasta, que baseada em estatísticas, utilizou o estudo para as retiradas das barreiras de fiscalização. Em função da diminuição nos atendimentos no CTR, a unidade também terá mudanças nos horários de atendimento, mas seguirá com as ações de prevenção e enfrentamento ao Covid-19, principalmente com o plano de testagem. Vale ressaltar que essas medidas estão sendo adotadas, mas que é necessária a contribuição de toda a população para que os números continuem sendo reduzidos”, disse a secretária de Saúde, Renata Fagundes.

Seguindo o planejamento estabelecido nas reuniões do Comitê para Políticas de Enfrentamento e Impactos da Pandemia da Covid-19, outra mudança será o horário de funcionamento do CTR. Os atendimentos serão realizados a partir de julho, das 8h às 17h de segunda a sábado. Vale ressaltar, que os usuários que necessitarem de atendimento aos domingos, podem procurar o Hospital Municipal da cidade.

Thalles Mont’alto, médico da saúde da família da Estratégia de Saúde da Família de Caxias, que está alocado no CTR, falou sobre as mudanças no acompanhamento dos pacientes com suspeita e confirmados de Covid-19. “Estamos na quarta semana de queda no número de casos. Essa notícia, no momento pandêmico que vivemos, deixa a gente bastante animado com a diminuição gradativa e algumas mudanças são necessárias. Mas, seguimos alertando para que a população respeite as medidas de saúde para a manutenção da queda do número de casos ”, declarou Thalles.

Ascom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *