19/07/2024
Campos

Prefeitura de Campos e Estado lançam obra de construção da Clínica de Hemodiálise

O prefeito de Campos Wladimir Garotinho, o vice-prefeito Frederico Paes, e o secretário de Estado de Saúde Dr. Luizinho, lançam na próxima terça-feira (15), às 9h, as obras de construção da Clínica Regional de Hemodiálise Amigos do Rim — Francisco Paes Filho. O nome é uma homenagem ao pai do vice-prefeito, que era paciente renal crônico e faleceu em 1998 aos 77 anos de idade. Francisco Paes Filho foi vereador por 12 anos, chegando a presidir o Legislativo Municipal.

A nova estrutura será erguida em um espaço anexo ao Hospital Geral de Guarus (HGG), onde acontece a solenidade de assinatura da ordem de serviço para o início das obras. A construção e a gestão da unidade, que é fruto de mais uma parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado, ficarão a cargo do município.

O centro de hemodiálise foi um pedido feito pelo prefeito Wladimir à Secretaria de Estado de Saúde (SES), em 11 de fevereiro de 2022, e atendido em 28 de fevereiro deste ano, durante a solenidade de lançamento do projeto “SOS Coração: Nossa missão é cuidar das pessoas”, na Santa Casa de Misericórdia. Na ocasião, o secretário de Estado de Saúde, Dr. Luizinho, anunciou a construção da clínica. De acordo com a Resolução SES Nº 3111, publicada no Diário Oficial no último dia 28 de junho, o aporte financeiro para a implantação da clínica será de R$ 15 milhões.

O projeto de construção da unidade, elaborado pelo município, foi entregue pelo prefeito Wladimir ao vice-governador Thiago Pampolha e ao secretário Dr. Luizinho, durante as comemorações pelos 188 anos da elevação de Campos à categoria de cidade, na Praça São Salvador, em 28 de março deste ano.

“Há alguns dias, Dr. Luizinho esteve aqui e, em nome do Governo do Estado, anunciou que vai financiar a Clínica de Hemodiálise de nossa cidade e que dependia apenas da apresentação do projeto pela Prefeitura. Pois bem, o projeto está pronto e vai ser anexo ao HGG”, disse o prefeito, à época.

Também presente à solenidade na Praça São Salvador o vice-prefeito Frederico Paes lembrou do sofrimento vivido pelo pai e pela família devido ao problema renal. “De alma sincera, muito mais importante que ter o nome do meu pai, é saber que o município poderá atender essas pessoas e melhorar a qualidade de vida com a construção da clínica. Isso enche meu coração de alegria”, disse Frederico.

A clínica contará com 60 cadeiras de hemodiálise e atendimento em três turnos. Haverá oito leitos especiais em locais isolados para pacientes com patologias infecciosas. Assim, um paciente que tenha Covid ou Hepatite C, por exemplo, e precise fazer hemodiálise, não ficará no salão, mas em local isolado, em leito individualizado. Haverá também quatro leitos de estabilização para pacientes que tiverem alguma intercorrência, como queda de pressão, durante o tratamento.

O repasse financeiro no valor de R$ 15 milhões será transferido pelo Estado ao Fundo Municipal de Saúde em duas parcelas: a primeira, de 60% do valor total do projeto; a segunda, de 40%, a ser repassada após a prestação de contas parcial, referente aos recursos do aporte inicial. Os investimentos estaduais, somados aos municipais, no valor de R$ 719.387,17, totalizam R$ 15.719.387,17.

Campos tem atualmente 45 pacientes renais inscritos no Sistema Estadual de Regulação (SER) à espera de começar o tratamento de hemodiálise. “Iniciamos o grande passo rumo à solução assistencial a este segmento de pacientes que tem uma trajetória de muitas dificuldades e sofrimentos. Mais um compromisso do governo Wladimir/Frederico focado na saúde e no cuidado com as pessoas”, disse o secretário municipal de Saúde, Paulo Hirano.

Secom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *