Prefeito Wladimir Garotinho anuncia Ceam em visita de subsecretária estadual

A Prefeitura de Campos e o Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, firmaram convênio para instalação em Campos do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam). A formalização aconteceu nesta sexta-feira (05) entre o Prefeito Wladimir Garotinho e a subsecretária estadual de Políticas para as Mulheres, a delegada Cristiana Onorato. Segundo Wladimir, o Ceam de Campos será entregue em março por ser o mês dedicado às mulheres.

Com o Ceam, Campos ganha mais um importante equipamento de proteção à mulher. “Mais um equipamento público de valorização e que fecha a rede de proteção às mulheres vítimas de violência doméstica”, informa Wladimir Garotinho, lembrando que, na região, Campos será o segundo município a ter um Ceam.

O município conta com a Casa Benta Pereira, acolhimento institucional e sigiloso para mulheres em situação de violência; com a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), inaugurada em 2014; e com a Subsecretaria dos Diretos da Mulher, criada este ano pelo Prefeito Wladimir Garotinho.

Cristiana Onorato explica que o Ceam vai oferecer atendimento social, psicológico e jurídico para mulheres vítimas de violência doméstica. “O Ceam vai ajudar as mulheres a sair do ciclo de violência com um atendimento especializado, além de ser essencial para o empoderamento delas”, explica.

Para a subsecretária municipal dos Direitos da Mulher, Josiane Viana, o Ceam é um importante equipamento de enfrentamento à violência. “Trabalhamos com muito afinco e determinação para que esse projeto tão sonhado se torne realidade e seja ferramenta efetiva para contribuir no combate à violência de gênero”.

A delegada da Deam/Campos, Ana Paula Carvalho. também reforçou a importância dessa conquista, principalmente, porque quando as mulheres vítimas de violência não encontram suporte, após efetuar boletim de ocorrência na delegacia, elas acabam voltando para o agressor. “É com muita satisfação que recebemos essa notícia porque é um instrumento de apoio às mulheres vítimas de violência. É muito importante esse acompanhamento principalmente após os registros, pois é o momento em que mais precisam de apoio. São anos de espera em que ouvimos muitas promessas de criação do Ceam”.

Subcom*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *