Prefeita de SFI, Francimara avalia avanços no município

“A maior parte das obras abandonadas, algumas paralisadas por dez anos, tenho o prazer de estar entregando aos moradores de São Francisco de Itabapoana (SFI) e evidenciando o nosso compromisso com o dinheiro público”, afirmou a prefeita Francimara Barbosa Lemos durante a cerimônia de entrega das obras do Ginásio Poliesportivo Florecilda Cerqueira Azevedo, na localidade de Volta Redonda.

A solenidade aconteceu na última terça-feira (30) e integra um pacote de inaugurações que vem ocorrendo nos últimos meses. A prefeitura informou que as cerimônias seguem as recomendações de combate ao novo coronavírus (Covid-19).

A construção esportiva conta com 2.200 m² de área construída. A partir de recursos próprios, foram realizadas instalações elétricas e hidráulicas, reforma da estrutura do telhado, construção da quadra poliesportiva, banheiros, vestiários, depósitos, arquibancada, iluminação e acessibilidade. A obra foi iniciada em 2008 e estava abandonada desde 2011. Caso não fosse concluída, os cofres públicos municipais precisariam devolver R$ 1 milhão de reais, acrescidos de correção monetária e juros.

Diversos avanços em áreas distintas são destacadas pela primeira mulher a governar a cidade. Ainda no decorrer desta semana, Francimara entregou duas quadras poliesportivas, uma em Buena e outra em Barra do Itabapoana, e uma praça em Boa Vista Italiana. Ela também assinou a ordem de serviço para construção de uma praça em Lagoa Feira. Em Imburi, a prefeita assinou a permissão para início da reforma da praça da localidade.

O investimento do governo municipal em infraestrutura e outros setores pode ser notado em diversas localidades, como é o caso de Guaxindiba, onde ruas e praça foram inauguradas; Floresta, que ganhou praça e Unidade Básica de Saúde novas; Praça João Pessoa, com Centro Esportivo; e Gargaú, com ruas pavimentadas, orla da lagoa urbanizada e conclusão da UBS. No início do mês, Campo Novo também foi contemplada com uma praça. Em Deserto Feliz e Bom Jardim, serão construídas praças.

Outras construções importantes serão entregues aos moradores. O Mercado Municipal e o Centro Cultural, na área central, o Centro Poliesportivo de Barra do Itabapoana são exemplos.

Na área de saneamento básico, o projeto da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Centro de SFI foi encaminhado ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea) para análise da licença de instalação (LI). R$ 4 milhões já foram liberados, através de um convênio com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), para o início da obra, e uma verba adicional de R$ 2 milhões do Governo Federal está reservada à implantação da ETE.

— Em cada inauguração que faço nas localidades, percebo o quanto nosso município tem avançado. Através de uma equipe comprometida e responsável, investimos em diversos setores e locais, beneficiando os são franciscanos, como também os turistas que recebemos durante a alta temporada, pontuou a prefeita.

Ela acrescenta que “ainda há muito a ser feito, mas é nítido que estamos no caminho no desenvolvimento e avanço”.

Saúde: reformas, atenção ao câncer e investimento em equipamentos e estrutura

“Devido a grande extensão territorial de SFI, fortalecemos o trabalho do Resgate da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), com a implantação de três polos, e reformamos e ampliamos UBS, proporcionando que a assistência de qualidade esteja cada vez mais próxima do morador”, observou Francimara.

Ela destaca ainda o processo de mudança pelo qual passa o Hospital Municipal Manoel Carola (HMMC), em Ponto de Cacimbas. A recepção e o Centro de Imunização passam por reformas para melhor acolher a população. Nas últimas semanas, a unidade recebeu aparelhos que irão compor o Setor de Imagem: tomógrafo, raio X, mamógrafo e aparelho de ultrassonografia. O setor ficará em um prédio anexo, que já abriga o laboratório de Análises Clínicas, implantando no local em 2018.


Outros marcos apontados por ela foram a criação do Núcleo de Prevenção e Apoio aos Pacientes com Câncer e Familiares (Nuprapac) e a implantação do polo para tratamento de acidentes com escorpiões, disponibilizando pela primeira vez o soro antiescorpiônico no HMMC.

Para a prefeita, o desempenho do Centro Municipal de Fisioterapia Tânia Hisse Ribeiro também se destaca. Segundo ela, o espaço chegou a atingir média de 1500 atendimentos mensais, oferecendo, entre outras assistências, a Reeducação Postural Global (RPG). O serviço não é exigido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas é oferecido pela prefeitura através de recursos próprios.

Outra marca significativa da Saúde foi contabilizada em 2018, quando os procedimentos odontológicos ultrapassaram seis mil.

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, o município se preparou com um centro de triagem no HMMC e outras ações necessárias e conta atualmente com taxa de recuperação em torno de 80%, índice maior que a média nacional que é de cerca de 56%.

Educação: atuação reconhecida pelo Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor e com aprovações no IFF

Atendendo a cerca de nove mil alunos, distribuídos em 60 unidades escolares, desde a Educação Infantil (EI), passando pelos dois segmentos do Ensino Fundamental (EF) e pela Educação de Jovens e Adultos (EJA) I e II, o desempenho da educação de SFI foi reconhecida pela conquista inédita para o município da etapa estadual do 10º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, em 2019. Já em 2018, 16 alunos da rede municipal foram classificados para ingressar em cursos técnicos no Instituto Federal Fluminense (IFF), sendo que quatro foram aprovados em 1º lugar.

“Fatos como esses evidenciam o nosso compromisso em lutar bravamente por um ensino de qualidade para nossas crianças e adolescentes, garantindo espaços de aprendizado dignos para eles e todos os nossos funcionários. Nesta semana, inclusive, entreguei a reforma da Escola Municipal Boa Vista”, disse Francimara, lembrando ainda a distribuição de kits escolares para estudantes da EI e do EF.

Segundo ela, diversas escolas passaram por reformas e inaugurações, ganhando mobília nova, como as de Coreia, Macuco, Morro Alegre e Guaxindiba. No último dia 18, prefeita assinou a Ordem de Serviço para o início das intervenções na Escola Municipal Júlio Pereira de Miranda, em Bom Jardim.

Um avanço importante salientado foi o número de creches com atendimento pediátrico. Se em 2017 eram quatro, em 2018 a assistência dobrou. Para os estudantes do EF, a prefeitura passou a ofertar o curso preparatório gratuito, Pré-IFF, para os interessados em concorrer a uma vaga no Processo Seletivo para Cursos Técnicos de Nível Médio do IFF.

Em parceria com o IFF, por meio do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera), do Incra, foi disponibilizada EJA para trabalhadores de três assentamentos de terra: Tipity, Cajueiro e Dandara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: