Polícia prende vereador de Búzios que estava foragido

Policiais civis prenderam, nesta sexta-feira, Lorram Gomes da Silveira (PTB), de 47 anos, atual vereador de Búzios, na Região dos Lagos. Ele estava foragido desde a operação realizada pelo Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ), na manhã de quarta-feira (28), contra a falsificação de alvarás no município, e se apresentou espontaneamente na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC).

Investigações do MPRJ revelaram que o vereador teria promovido, constituído, financiado e integrado uma organização criminosa dedicada à prática de corrupção passiva, uso de documento falso e estelionato.

O parquet fluminense relata que, já em contato com os despachantes, dos empresários era cobrada, em média, a quantia de R$ 5 mil, além das taxas. Parte dos valores era pago diretamente ao então chefe de Gabinete do prefeito André Granado, Lorram Gomes da Silveira, para que ‘agilizasse a burocracia’ e emitisse os documentos de forma célere e com inobservância da ordem cronológica de conclusão. Parcela menor era cobrada pelos próprios despachantes, a título de serviços prestados.

Lorram também foi vereador de Búzios entre 2009 e 2016. Exerceu ainda o cargo em comissão de chefe de gabinete entre novembro de 2018 e maio de 2019, período em que foram praticados os delitos. Lorram já foi preso, em outubro de 2019, na operação Plastografos I.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: