PLs da Bilhetagen Eletrônica e Subsídio do Óleo discutido por vereadores da Comissão de Transportes

Vereadores Marquinhos do Transporte e Juninho Virgílio defendem importância da aprovação dos projetos.

Os vereadores da Comissão dos Transportes, na Câmara Municipal de Campos, Juninho Virgílio (Pros) e Marquinhos do Transporte (PDT) se reuniram, nesta quinta-feira (23), com o presidente do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), Nelson Godá, quando avaliaram e tiraram dúvidas dos Projetos de Leis (PLs) da Bilhetagem com GPS e do Subsídio dos Combustíveis, apontando avanços para solução dos desafios do setor a partir das matérias.

O vereador Juninho Virgílio disse que o encontro, de perfil técnico, “foi importante para discutir pontos dos projetos de lei apresentados pelo prefeito Wladimir Garotinho, com a finalidade da gente avançar na solução de problemas e desafios do transporte público e garantir melhor assistência à população”.
“Saio com a missão de levar à Câmara Municipal, os dois projetos (Bilhetagem Eletrônica e Subsídio do Óleo), elaborados pelo IMTT e prefeitura, que receberam ajustes, depois que a Casa de Leis destacou vários pontos. Agora com maior clareza, certamente poderemos tirar todas as dúvidas e avançar na solução” afirmou o vereador Marquinhos. O vereador Marquinhos falou ainda que “pela importância e urgência, já está mais do que na hora de juntos buscarmos resolver o transporte coletivo em nosso município”.

Segundo o presidente do IMTT, Nelson Godá, a aprovação das duas leis ao mesmo tempo é importante para dar transparência e controle nos gastos dos recursos públicos, além de garantir que a quantidade de óleo subsidiado, de fato, esteja sendo utilizada pelas empresas.

Nelson Godá destacou tal medida visa resguardar os direitos da população quanto ao direito constitucional de locomoção, e se faz necessária neste momento diante aos recentes reajustes nos preços dos combustíveis no país, ultrapassando o percentual de 90% no caso do óleo diesel, nos últimos 12 meses, com o último reajuste tendo ocorrido no sábado passado, no percentual de 14,26%.

Ascom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.