16/06/2024
Variedades

Morre o radialista da Campos Difusora Aroldo Tavares com suspeita de dengue hemorrágica

O radialista da Campos Difusora, Aroldo Tavares, 52 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira (16), após ter passado mal na residência onde morava, no Parque Guarus, em Campos (RJ). Segundo familiares, a principal suspeita da causa da morte é dengue hemorrágica.

Além de operador de áudio, ele também apresentava o Programa Pagode do Cabeça nas tardes da Rádio Campos Difusora, onde trabalhava desde 1989.

Aroldo passou mal na manhã de domingo (15), sendo medicado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Guarus e liberado posteriormente

Nesta madrugada, o radialista voltou a se sentir mal, sendo levado às pressas novamente à UPA de Guarus, mas não resistiu.

O corpo do radialista Aroldo Tavares está sendo velado na Igreja Batista do Parque Lebret, na Rua São Joaquim, nº 11, em Guarus, e o sepultamento acontecerá hoje (16), às 15h, no Cemitério do Caju.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *