22/05/2024
Polícia

Empresário morto a tiros em Santa Cruz já foi investigado por envolvimento com jogo do bicho

O empresário Fábio Ortega, de 72 anos, morto a tiros em Santa Cruz, na Zona Oeste, nesta quinta (18), já foi investigado por envolvimento com o jogo de bicho em São Paulo. Atualmente, a vítima era dono de um Haras, um sítio de criação e treinamento de cavalos.

Segundo um relatório divulgado em 1996, como contraventor, Ortega era conhecido como ‘Travolta’, e suspeito de atuar nas áreas do Brás e Bexiga, bairros da região central da capital paulista.

Nas suas redes sociais, a vítima se identificava como empreendedor, criador e expositor. O Haras que administrava, localizado em Santa Cruz, também realizava leilões com especialidade no cavalo de raça mangalarga marchador.

De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu na Avenida Padre Guilherme Decaminada, em Santa Cruz. A corporação informou que a vítima foi atingida por disparos de arma de fogo e capotou o veículo em seguida.

Segundo testemunhas, um bandido atirou pelo menos quatro vezes em direção ao carro do empresário. Ainda ferido, ele acelerou com o carro, percorreu alguns metros, mas perdeu o controle, fazendo o veículo capotar e colidir no poste. Ele morreu ainda no local.

Procurada, a Polícia Civil informou que a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) investiga o caso. Diligências estão em andamento para apurar a autoria e a motivação do crime.

O corpo de Ortega foi encaminhado ao IML do Centro. Até o momento, não há informações sobre o enterro.

À reportagem não conseguiu contato com a defesa do empresário. O espaço está aberto para manifestações.

Fonte: O Dia

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *