Campos recebeu neste domingo 14.700 doses de vacinas contra Covid-19 e kit intubação

Campos recebeu na manhã deste domingo (25) mais uma remessa das vacinas contra a Covid-19. Os imunizantes, 12.670 doses de Oxford/AstraZeneca e 2.030 doses de CoronaVac, além de medicamentos do chamado “kit intubação” foram recebidos pelo Prefeito Wladimir Garotinho, no Aeroporto Bartolomeu Lisandro. A chegada das vacinas, apesar de ainda não atender a demanda do município, garante a continuidade do calendário de imunização dos idosos e profissionais de saúde, principalmente a retomada da aplicação da 2ª dose CoronaVac, que será através de convocação já nesta segunda-feira (26).

Ao receber os insumos e vacinas, Wladimir agradeceu ao secretário de Estado de Saúde, Carlos Alberto Chaves. “Em nome do povo de Campos te agradeço por trazer o medicamento e a vacina para cá, porque só a vacina salva e nós vamos salvar nosso povo”, disse.

O Estado utilizou duas aeronaves para transportar a vacina e os insumos. Chaves agradeceu a receptividade do Prefeito e disse que o Estado está à disposição ao não medir esforços para fazer a vacina chegar aos municípios. ” Obrigada pela receptividade. A fila está caindo. Vamos lutar e vamos vencer”, declarou.

Quanto à aplicação da 2ª dose para profissionais de saúde e idosos que receberam a 1ª dose de CoronaVac, a Subsecretaria de Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde explica que não há motivos para preocupação e nem correria aos postos, pois conforme afirma o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, o importante é fazer as duas doses para que a imunização seja completa.

“Inicialmente, a orientação era para aplicar a 2ª dose era entre 14 dias e 28 dias da primeira. Entretanto, em fevereiro, a presidência do Instituto Butantan afirmou que a recomendação é para que seja aplicada 28 dias depois sem prejuízo da imunização”, explica Charbell Kury, subsecretário de Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde.

Desde o início da vacinação, em 20 de janeiro, Campos segue todas recomendações do Plano Nacional de Imunizações (PNI) e orientações da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Subcom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *