Governo Rafael Diniz contrata empresa envolvida na Máfia da Merenda de SP

Iniciamos na última semana um levantamento sobre as empresas que ganharam a terceirização da merenda escolar de Campos dos Goytacazes. Hoje vamos revelar informações sobre a empresa Nutriplus Alimentação e Tecnologia LTDA.

No primeiro levantamento, falamos sobre a empresa Casa de Farinha S/A, alvo da operação Castelo de Farinha, que ganhou um contrato de quase R$12 milhões no governo Rafael Diniz. Confira nos links:

*Castelo de Farinha: Fornecedora de merenda do governo Rafael Diniz é alvo de mais uma operação da polícia

*Castelo de Farinha: Prefeitura de Campos promete monitorar contrato na cidade

Envolvida nas denúncias do Ministério Público de São Paulo, onde foi deflagrada em maio deste ano a operação Prato Feito, desdobramento da operação Máfia da Merenda, que alcançou trinta prefeituras daquele estado, a empresa Nutriplus Alimentação e Tecnologia LTDA ganhou um contrato inicial de quase R$ 16 milhões no governo Rafael Diniz na terceirização da merenda.

Segundo as denúncias do Ministério Público Federal, a empresa Nutriplus faz parte de um suposto esquema fraudulento com políticos e lobistas que teriam desviado cerca de R$ 1,6 bilhão de recursos públicos.

Confira a reportagem do Valor Econômico:

Segundo as denúncias “Tais empresas foram alvo de denúncia do Ministério Público Estadual de São Paulo nos autos do I.P. n° 050.07.095123-3 perante à 10ª Vara Criminal de São Paulo em decorrência de investigação que restou conhecida como “Máfia das Merendas”. Consta neste relatório que prefeitos e secretários de Educação eram procurados em épocas de campanhas eleitorais”. Confira à íntegra da matéria:  https://www.valor.com.br/politica/5512727/policia-federal-investiga-mafia-da-merenda

Consta ainda na denúncia do Ministério Público Federal de São Paulo a participação da empresa Convida Alimentação S/A. Essa empresa não ganhou a licitação em Campos, mas participou do certame junto com a Nutriplus, conforme revelamos à época (aqui).

Outro fato que deve ser levando em consideração, é de que mesmo que não tenha ganhado o certame, até porque retirou a proposta no final da licitação, o grupo Convida Alimentação já se encontrava em recuperação judicial desde 2017. Confira:

No primeiro caso à prefeitura de Campos informou através da mídia corporativa que a operação contra a Casa de Farinha S/A ocorreu após a licitação. Fato que pode ser contestado através de uma rápida pesquisa nos mecanismos de busca da internet, uma vez que a referida empresa é alvo de diversas investigações.

Vamos aguardar o posicionamento em relação a Nutriplus.

Outro fato interessante é que coincidentemente, a licitação em Campos também ocorreu próximo ao período eleitoral.

Comente

%d blogueiros gostam disto: