Ações emergenciais para drenar a água em Santa Clara e projeto definitivo aguardando licenciamento do Inea

A Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI) está providenciando uma ação emergencial com a participação de diversas secretarias para escoar as águas da chuva na localidade de Santa Clara. Além disso, o município já teve aprovado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro um projeto de drenagem da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento. O início das obras depende apenas do licenciamento ambiental por parte do Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

“Nossas equipes, emergencialmente, vão utilizar bombas de sucção e caso seja necessário, promoverão a limpeza de valas, entre outras medidas, para permitir o escoamento da água. Em relação ao projeto que será executado pelo Governo do Estado, as intervenções para a drenagem acontecerão na Rua Cajabama até a Rua Projetada Um, nas ruas Oito de Março, Primeiro de Março e do Batelos, e ainda na Rua Primeiro de Abril, entre a Rua do Batelos e a Rua Deputado Alair Ferreira”, ressaltou a prefeita Francimara Barbosa Lemos, acrescentando:

“Infelizmente, esta situação em Santa Clara vem ocorrendo desde 2008 e para a nossa surpresa, em 2017, quando ocorreu a primeira enchente durante a nossa administração, não havia nenhum projeto elaborado pela Secretaria de Planejamento dos governos anteriores. Providenciamos o documento e depois buscamos a captação de recursos aderindo ao Programa Estado Presente. Estamos aguardando apenas o licenciamento para a obra começar a ser executada, a fim de solucionarmos este grave problema”.

O secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Florentino Cerqueira Azevedo (Tininho), reforçou as palavras da prefeita. “Os recursos já estão empenhados e liberados nos setores orçamentário e financeiro do Governo do Estado. Fomos recebidos pelo superintendente regional do Inea, Frederico de Almeida Pereira, e solicitamos urgência para a licença ambiental, que tem expectativa de ser liberada em 30 a 45 dias. A partir do início das obras, a previsão é de que todo o processo da nova drenagem de Santa Clara seja concluído em sete meses”, informou Tininho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *