A vida de preso no quartel: Sérgio Cabral faz exercícios em quadra vigiado por agente

Após mudar de prisão três vezes por decisão judicial, o ex-governador Sérgio Cabral vive nova rotina no quartel do Corpo de Bombeiros do Humaitá, Zona Sul do Rio. Nesta terça-feira, O GLOBO registrou o banho de sol de Cabral na unidade. Enquanto do lado de fora da instituição pedestres paravam a caminhada para gritar ofensas ao ex-governador, ele praticava exercícios, sempre supervisionado por ao menos um agente do Grupamento Especial Prisional do Corpo de Bombeiros (GEP).

Cabral usava camisa branca de manga longa, calça comprida azul e tênis preto. Durante o banho de sol, ele fez exercícios na quadra do quartel por cerca de uma hora, alternando momentos de caminhada e corrida. Para o banho de sol, Cabral levou uma garrafa de água em formato de galão e um tapete para a prática de exercícios físicos. Também ontem, a Corregedoria do GEP foi ao quartel para verificar se os protocolos prisionais da unidade estão sendo seguidos. Segundo a corporação, a vistoria é “comum”, mas os bombeiros não revelaram detalhes e se irregularidades foram encontradas.

Na última semana, Cabral passou por dois presídios antes de ser levado ao quartel do Humaitá. As transferências ocorreram após uma vistoria da Justiça encontrar irregularidades na unidade administrada pela Polícia Militar em que ele estava preso desde setembro de 2021.

Preso desde novembro de 2016, Sérgio Cabral cumpria pena até a última semana no Batalhão Especial Prisional, em Niterói, administrado pela Polícia Militar. O ex-governador estava na unidade porque uma decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal determinava que ele ficasse afastado de pessoas que delatou em seus processos. Nos últimos dois meses, uma fiscalização da Justiça do Rio encontrou diversas irregularidades na “ala dos oficiais” do batalhão, onde estava Cabral e outros policiais militares presos — entre eles o tenente-coronel Claudio Luiz, condenado pela morte da juíza Patrícia Amiero.

* Informações e foto de O Globo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.