Polícia vai à casa de Flordelis intimar a deputada e outras 12 pessoas para participar da reconstituição de crime

Os investigadores da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, estiveram na casa da deputada federal Flordelis, nesta terça-feira (10), para entregar uma intimação para que a deputada e outras 12 pessoas participem da reprodução simulada da morte do pastor Anderson do Carmo, que deve acontecer no próximo dia 21. Os agentes receberam a informação que a deputada está em Brasília e conseguiram intimar quatro pessoas.

O pastor foi morto no dia 16 de junho na residência onde o casal vivia, em Niterói. Ele foi executado com diversos tiros, pouco tempo depois de chegar em casa. Em agosto, dois filhos de Flordelis se tornaram réus.

Devem ser chamados para a reconstituição todos os que estavam na casa no momento do crime. Além de Flordelis, devem ser chamados Carlos, André, Anabel e Isabel, que são filhos adotivos; Cristiana, esposa de André; Adriano, que é filho adotivo de Flordelis; Daniel, filho biológico do casal; Ramon, neto de Flordelis, além de outras pessoas.

Lucas de Souza e Flávio Rodrigues, acusados de homicídio triplamente qualificado (por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima), estão presos, mas também participarão da reconstituição.

O objetivo dos investigadores é esclarecer se apenas Flávio efetuou os disparos e também outras contradições constatadas durante os depoimentos.

G1*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: