Falta água no Porto do Açu

Opinião:

Desde a instalação do Complexo Portuário do Açu que a água potável se transformou um grande problema.

O que aconteceu foi que o empresário Eike Batista, à época dono da LLX, resolveu abrir o continente e aumentar o tamanho do porto colocando o mar onde não deveria estar.

Todo mundo fingiu-se de cego e surdo, afinal Eike Batista era o homem mais rico do Brasil. Sucede que com a invasão do continente pelas águas salgadas a LLX se esqueceu de fazer um acerto com a natureza.

Todo o subsolo foi contaminado e a salinização tomou conta de toda região. Não existe água doce nem para o porto funcionar.

Hoje as empresas que estão sediadas no porto são obrigadas a comprar água do irmão de um vereador de São João da Barra que, por conseguinte consegue a água junto a Cedae com muito “boa vontade”.

Agora estão falando que vão instalar uma refinaria no local. Mas cadê a águas?

O Paraíba está longe e não deve ter água suficiente para atender esses projetos que estão dizendo que será viabilizado.

Parece que querem cometer no Açu o mesmo erro perpetraram na instalação da refinaria em Itaboraí.

Esse tipo de projeto deve ter ao seu alcance água portável para viabilizar o projeto.

É impossível que algum investidor venha se instalar no local onde não existe água potável a disposição.

A cada dia que passa a credibilidade desse pessoal vem caindo por tudo que faz e fala.

De sua opinião