Wladimir afirma que não vai permitir a politização no IMTT

Convidado a participar de uma reunião com os permissionários do transporte alternativo, realizada na noite desta terça feira (24), o candidato à Prefeitura de Campos Wladimir Garotinho (PSD) afirmou que não vai permitir a partidarização no Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT).

Para ele, o órgão deve ser tratado de maneira profissional e técnica.

“Vamos ouvir os representantes do transporte alternativo e regulares para que juntos possamos tomar decisões e desenvolvermos um modelo eficiente, que atenda, primeiramente a população, e também os permissionários do transporte alternativo e os rodoviários, para que tenham condições de garantirem os sustentos de suas famílias”, disse Wladimir.

De acordo com Wladimir, uma das primeiras ações caso seja eleito é acabar com os terminais de baldeação, implantados pela atual gestão, através do sistema alimentador.

“Um sistema que só funciona na cabeça do prefeito. E esses terminais são humilhantes. Se até dia 31 de dezembro o prefeito não tirar aqueles terminais, no dia dois de fevereiro nós vamos acabar com esses terminais e permitir que as vans voltem a circular na área central”, adiantou.

Representante do transporte alternativo, Cláudia Andrade lembrou que o primeiro governador a reconhecer o transporte alternativo foi Anthony Garotinho.

“Depois a então prefeita Rosinha Garotinho legalizou a nossa atividade em Campos. Nos últimos quatro anos, nos fomos humilhados pela atual gestão. Mas tenho certeza que seremos exaltados votando e elegendo Wladimir prefeito”, ressaltou.

Também representando a categoria, o motorista de van Bruno Santana lembrou que aqueles que tentaram destruir os permissionários saem no dia 31 de dezembro.

“Agora, no domingo, vamos transformar as nossas dores em poder decisório para concretizar a vitória de Wladimir”, disse.

Ascom*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: