Riqueza cultural de SFI é destacada no Dia Nacional da Cultura

Neste 5 de novembro é celebrado o Dia Nacional da Cultura, uma homenagem a Rui Barbosa, autor de várias obras literárias e membro fundador da Academia Brasileira de Letras (ABL). Na avaliação do diretor do Departamento de Cultura da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) de São Francisco de Itabapoana (SFI), Carlos Salvador Júnior, a data é motivo de orgulho para o município devido à riqueza cultural manifestada por meio das crenças, costumes e folclore.

“Temos a tradição do artesanato, das danças das festas juninas através das quadrilhas, dos bois pintadinhos nos carnavais de rua, das comunidades remanescentes quilombola, das festas religiosas e da cultura da pesca ou da culinária. Todas as manifestações artísticas permeiam o cotidiano dos munícipes e são oriundas do vasto e imponente passado em terras que outrora se defina por capitania”, ressaltou o diretor do Departamento de Cultura, acrescentando:

“Assim, diante da ancestralidade cultural que nos foi legada, a SMEC tem como compromisso o oferecimento de sustentabilidade à criatividade local, proporcionando um calendário de atividades e eventos para todas as idades, gêneros e classes, promovendo estímulo à autenticidade, ao lúdico e a oferta de condições para o pleno exercício dos talentos artísticos locais, nas mais diversas linguagens culturais que se apresentam”.

Carlos Salvador destacou ainda que a Cultura movimenta a economia de forma significativa, além de possuir um poder transformador, capaz de alavancar grandes mudanças na sociedade. “Um povo sem cultura é um povo sem identidade, e a gestão pública deve buscar meios e condições para que a governança cultural chegue para todos e todas que alegram nossos corações com as suas respectivas artes”, revelou.

A prefeita Francimara Barbosa Lemos parabenizou a todos que contribuem para o enriquecimento da Cultura no município, enumerando algumas ações promovidas pela SMEC por intermédio do Departamento de Cultura.

“A nossa gestão tem investido muito na área cultural. Podemos citar o Cadastramento Cultural Municipal, Sistema de Mapeamento Cultural Municipal, operacionalização da Premiação Cultural da Lei Aldir Blanc, assessoramento para editais do Estado, de autarquias, de empresas públicas e de órgãos internacionais, a realização do Espetáculo Cantando na Tela no Mundo da Criança, entre outras. A Cultura é fundamental para o desenvolvimento da sociedade e nós estamos fazendo a nossa parte”, ressaltou Francimara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *