20/06/2024
Região

Reserva Caruara abre inscrições para acompanhar caminhada de tartarugas marinhas até o mar em SJB

A Reserva Caruara, em São João da Barra, no Norte Fluminense, está com as inscrições abertas para a observação da caminhada de filhotes de tartarugas marinhas até o mar.

No mês de janeiro, as visitas serão todas as sextas, às 16h, e aos sábados, às 9h. As inscrições para participação, que são gratuitas, estão disponíveis no site da reserva.

Além da agenda atrelada às tartarugas, a Caruara ainda conta com uma programação fixa, com outras atividades, com foco em educação ambiental, como trilhas ecológicas, eventos culturais, exposições e tour pela sede instalada às margens da Lagoa de Iquipari.

Com mais de 1.600 ninhos identificados e cerca de 25.500 nascimentos registrados, a atual temporada reprodutiva já tem superado a anterior, com quase o triplo de filhotes contabilizados até agora.

“Todo o ano, montamos uma agenda especial junto à comunidade para o acompanhamento deste momento único, que é a caminhada de filhotes de tartarugas ao mar. Acreditamos no simbolismo dessa atividade como uma de nossas principais ferramentas para sensibilizar a população sobre a importância do envolvimento de todos, quando o assunto é preservação ambiental. Deixo aqui o meu convite para que venham participar da nossa programação de verão”, explica Caio Cunha, gerente da Reserva Caruara.

Programa de Monitoramento de Tartarugas Marinhas

O Programa de Monitoramento de Tartarugas Marinhas (PMTM) é desenvolvido pela Porto do Açu Operações, em parceria com a Fundação Projeto Tamar e as empresas Ferroport, Vast e GNA.

Desde 2008, o PMTM monitora toda a faixa de areia, que vai do pontal de Atafona, em São João da Barra, até a Barra do Furado, em Campos dos Goytacazes.

A região é área prioritária de desova da espécie Caretta caretta, conhecida como cabeçuda, ameaçada de extinção.

O período de desovas vai de setembro a março. Por isso, quem frequenta as praias da região já consegue ver as estacas usadas pelos monitores do programa para identificação dos ninhos, assim como mensagens de conscientização distribuídas em pontos estratégicos.

“Aproveitamos esta temporada para reforçar nossas orientações sobre os cuidados que os banhistas devem ter para contribuir com nosso trabalho de preservação. Alertamos a todos para não interferirem nas demarcações dos ninhos e não trafegarem com veículos nas areias. Outro ponto importante é fazer o descarte correto do lixo, já que a interação com resíduos é uma das principais causas de morte do animal”, pontua Tatiane Bittar, coordenadora do programa.

Temporada de cinema e pipoca na Caruara

Ainda dentro da agenda de verão da Reserva Caruara, o público interessado em Sustentabilidade poderá acompanhar curtas-metragens sobre a temática, a partir de 13 de janeiro.

A sede da unidade de conservação está entre os 336 espaços selecionados no Brasil pelo Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima para participar da 12ª Mostra Circuito Tela Verde, que tem o objetivo de divulgar e estimular atividades de educação ambiental, por meio da linguagem audiovisual. No Rio, são 9 espaços exibidores diferentes. Os grandes temas trabalhados nos filmes são Produção e Consumo, Povos e Comunidades Tradicionais, Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis e Agrotóxicos e Saúde. As inscrições para o circuito também estão abertas no site oficial da Caruara.

G1*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *