Projeto de Clarissa Garotinho prevê dedução no IR por compra de equipamentos de proteção

Com muitos profissionais de saúde tendo que recorrer ao próprio bolso para comprar equipamentos de proteção individual (EPI) para trabalhar em tempos de Covid-19, a deputada Clarissa Garotinho (PROS) apresentou um projeto de lei autorizando que o gasto gere um desconto na base de cálculo do Imposto de Renda.

As regras propostas limitam a dedução a R$ 3.500, e preveem que a aquisição tenha sido feita durante a pandemia causada pelo novo coronavírus, decretada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 26 de fevereiro deste ano.

Os equipamentos listados no projeto são: máscara tipo N95 e PFF2, óculos, protetor facial, luvas, gorro, capote e avental impermeável e álcool em gel 70% (setenta por cento).

Coluna Extra, Extra*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *