Primeiro caso do novo coronavírus é confirmado no Rio

A Secretaria de Estado de Saúde confirmou, nesta quinta-feira (05/03), o primeiro caso do novo coronavírus (Covid-19) no Estado do Rio de Janeiro. A paciente, de 27 anos, é moradora de Barra Mansa, no Sul Fluminense. A vítima viajou no dia 9 de fevereiro para a Europa, de onde retornou dia 23. Ela esteve na Itália (em Milão e na Lombardia) e Alemanha.

A paciente está em isolamento respiratório domiciliar, e seu quadro de saúde é considerado estável. Os primeiros sintomas, tosse e coriza, surgiram no dia 17, quadro que não se apresentou no voo de volta. Ela e o marido, que não apresenta sintomas, viajaram juntos. O quadro clínico dele é monitorado pela secretaria em parceria com a Vigilância municipal.

– Não há motivo para pânico na população fluminense. Continuamos no nível zero do nosso plano de contingência, não há qualquer indício de que há a circulação do vírus no estado. Trata-se de um caso importado – explicou o secretário de de Saúde, Edmar Santos, durante entrevista coletiva no Palácio Guanabara, lembrando ainda que há outros 79 casos suspeitos sendo monitorados no estado.

Local de residência Casos suspeitos
Duque de Caxias 2
Itaboraí 1
Macaé 2
Maricá 3
Niterói 11
Nova Friburgo 1
Nova Iguaçu 2
Petrópolis 3
Resende 1
Rio das Flores 1
Rio de Janeiro 38
São Gonçalo 3
Teresópolis 1
Valença 1
Volta Redonda 1
Outro estado brasileiro 1
Exterior 7
Total 79

O voo que a trouxe ao país já foi identificado, e o Centro de Informação Estratégica em Vigilância e Saúde (Cievs) da Secretaria de Saúde já entrou em contato com a Anvisa para localizar passageiros que sentaram ao redor dela na aeronave com destino ao Brasil.

A vítima deu entrada com sintomas num hospital local no dia 1º de março e, no dia seguinte, realizou a coleta para exames. O Laboratório Central Noel Nutels (Lacen-RJ) recebeu o material em 02/03 e, no dia 3, emitiu laudo. A Fiocruz também recebeu amostra e confirmou o caso suspeito nesta quinta-feira (05/03).

 – Desde janeiro a SES vem se preparado para a chegada do vírus. No dia 27 daquele mês, emitimos nota técnica sobre o novo coronavírus e, dias depois, apresentamos um plano de contingência, que define todas nossas ações a respeito da doença – explicou o secretário.

O secretário de Saúde reforçou ainda que técnicos da secretaria vão acompanhar o comportamento do vírus no Hemisfério Sul, grau de transmissibilidade e letalidade. Edmar Santos ressaltou que todas as ações e medidas seguidas estão de acordo com o plano de contingência da secretaria, que é alinhado com protocolos do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Medidas de prevenção:

– Proteger nariz e boca ao espirrar ou tossir;

– Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres e copos;

– Lavar frequentemente as mãos, especialmente após espirrar ou tossir;

– Evitar ambientes com muita aglomeração;

– Utilizar álcool em gel nas mãos.

O que fazer em caso de suspeita:

Se estiver com febre ou sintomas respiratórios e tiver vindo de países com casos de coronavírus:

– Cubra o rosto com máscara cirúrgica;

– Vá à unidade básica de saúde, hospital de emergência ou à UPA mais próxima;

– Siga as orientações dos profissionais de saúde;

– Siga as medidas de prevenção: lave as mãos frequentemente, cubra o rosto ao tossir e espirrar, não compartilhe objetos de uso pessoal, evite locais de grande aglomeração, utilize álcool em gel para as mãos.

Ascom*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: