Presos, suspeitos de integrar milícia tinham porrete com a inscrição: ‘Se você estiver doente, eu sou a cura! O pau te acha’

Dois homens suspeitos de integrar o que para a polícia pode ser o “embrião” de uma milícia na Vila da Penha, Zona Norte do Rio, foram presos em flagrante nesta quinta-feira (9). No carro da dupla foi apreendido um porrete com uma frase que faz referência a filme do ator Silvester Stallone.

Segundo investigação da Delegacia de Repressão a Ações Criminosas Organizadas, Alessandro Oliveira dos Santos, de 41 anos, e Carlos Alberto Ribeiro, de 55, também conhecido como “Suíno”, estavam extorquindo dinheiro de comerciantes da região.

As denúncias feitas à Draco apontaram que a dupla exigia quantias em dinheiro de lojistas e barraqueiros na Rua General Silveira Sobrinho. Caso a ordem não fosse atendida, os relatos indicaram que as vítimas eram submetidas a ameaças e a espancamento.

De acordo com informações da Draco, a dupla foi presa logo após fazer uma cobrança em um estabelecimento. No carro dos criminosos, os agentes apreenderam um porrete de madeira com a inscrição: “Se você estiver doente, eu sou a cura! O pau te acha“.

A primeira frase da “mensagem” intimidadora faz referência ao filme “Stallone Cobra”, obviamente estrelado pelo ator Silvester Stallone. A produção é considerada um clássico dos filmes de ação dos anos 1980, em que ele interpreta um policial durão. A frase original é: “Você é uma doença e eu sou a cura”.

Além do porrete, os policiais também apreenderam um bloco e um caderno contendo anotações financeiras, dois celulares e dinheiro em espécie. A Draco informou que as investigações sobre o possível avanço de um grupo criminoso no bairro vão continuar.

G1*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.