Prefeitura de Campos faz parceria com o Estado e inicia recuperação de canais

“O governador (Claudio Castro) mandou eu vir aqui em Campos e atender em tudo que for possível em auxílio à Prefeitura (na recuperação da malha dos canais)”. A fala foi do secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha, durante reunião de trabalho do Programa Limpa Rio, na manhã desta segunda-feira (19), no gabinete do Prefeito. Wladimir conseguiu apoio do Governo do Estado para fazer a dragagem dos Canais Cacomanga, São Bento, Saco e Coqueiros, que já está sendo dragado no perímetro urbano, tendo iniciado entre a Avenida São João da Barra e a Avenida Alberto Lamego, no bairro Matadouro. A partir deste ponto, os serviços de remoção de materiais, solo e sedimentos seguirá pelos bairros Califórnia, Flamboyant, Jóquei Clube e Bela Vistam numa extensão de 6,3Km.

Após a reunião no gabinete do Prefeito com as equipe técnicas que definiram os trechos prioritários dos canais para as intervenções, as autoridades se dirigiram até o bairro Matadouro onde acompanharam o início dos trabalhos.

Wladimir agradeceu ao secretário Thiago Pampolha e ao presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Philipe Campelo, pelo apoio de realizar os trabalhos de recuperação da malha de canais na cidade e no interior. “Esse apoio do Governo do Estado é muito importante porque a limpeza dos pontos críticos dos canais, como o Canal do Saco, é muito importante para evitar alagamentos nos períodos de chuvas intensas. No interior, os canais servem para fazer a drenagem nas ocasiões de chuvas intensas e serve para irrigar as grandes áreas agrícolas, com manejo das águas do Rio Paraíba do Sul e da Lagoa Feia”, observa o Prefeito.

O secretário de Obras, Infraestrutura e Habitação, Jorge Wílliam Cabral informou que “após os levantamentos da situação dos canais, feitos pelos órgãos da Prefeitura e pelo Inea foram identificados diversos trechos assoreados devido à falta de manutenção”.

O Secretário da Defesa Civil, Alcemir Pascoutto, fez considerações sobre a importância da recuperação dos canais. “Os técnicos dos órgãos do município e do Estado definiram os trechos críticos que vão passar por intervenções para evitar transbordamentos nos períodos de chuvas intensas e causar alagamentos que provocam transtornos tanto na cidade como na zona rural, prejudicando as áreas de produção agrícola”, destacou Alcemir Pascouto.

Os trechos críticos que vão passar por intervenções são os seguintes: Canal Coqueiros (6,3 quilômetros no trecho urbano); Canal Cacomanga (4,3 km); Canal São Bento (1,3 Km) e Canal do Saco (4,1 Km).

Participam das ações o secretário de Planejamento Urbano, Mobilidade e Infraestrutura, Cláudio Valadares; o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Almy Junior, e o subsecretário do Ambiente, René Justen.

Subcom*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *