14/06/2024
Economia

Petróleo segue em disparada e barril de Brent se aproxima de US$ 120

Os preços do petróleo seguem em disparada nesta quinta-feira (3), com a guerra na Ucrânia elevando os temores de desabastecimento e agravando os riscos de uma alta da inflação global.

Perto das 8h20, o barril do tipo Brent, referência global, subia 2,38%, cotado a US$ 115,62, enquanto que o WTI tinha alta de 2,84%, a US$ 113,874 o barril. Mais cedo, o Brent bateu US$ 119,84 e o WTI alcançou US$ 116,57, renovando máximas desde 2008.

Na quarta-feira, os preços dos contratos para maio do Brent terminaram o dia em alta de 7,58%, a US$ 112,93 o barril, na ICE, em Londres, enquanto os preços dos contratos para abril do WTI, a referência americana, subiram 6,95%, a US$ 110,60 o barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex).

“A Rússia fornece cerca de 30% das importações de gás e petróleo da Europa e responde por cerca de 11% da produção mundial de petróleo”, disse Shane Oliver, chefe de estratégia de investimento da gestora de fundos AMP. “Em suma, os investidores estão preocupados com um choque estagflacionário.”

Já os contratos de minério de ferro subiram 6,8% na China, a 797,50 iuanes (126,27 dólares) a tonelada, depois de bater alta de 9,7%, atingindo o maior nível desde 11 de fevereiro.

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *