PEC da prorrogação dos mandatos deve inviabilizar eleições de outubro

Opinião:

A pandemia do coronavírus está dando uma grande força a PEC da prorrogação dos mandatos dos atuais prefeitos.

É que pelas projeções de outros países a pandemia no Brasil deverá atingir todos os atores do processo eleitoral de outubro, não se falando no fato de que a mudança de gestores durante a pandemia deve causar mais instabilidade do que segurança jurídica.

Com o atual cenário parece bem viável que as eleições passem a ser gerais em 2022. Ou seja, de vereador a presidente.

Parece que a própria justiça eleitoral teria dificuldades de cumprir o calendário para realização do pleito em outubro.

Nos próximos dias devemos conhecer o tamanho da pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *