Mulher é encontrada morta a facadas dentro de quarto de hostel em Búzios

Uma mulher identificada como Leonor America Castro de Abalsamo, 59 anos, foi encontrada morta com pelo menos oito facadas na região do pescoço, no interior do quarto de um hostel em Búzios, Região dos Lagos do Rio, na tarde de sábado (19). De acordo com policiais do 25º BPM (Cabo Frio), a vítima estava no imóvel localizado na Avenida José Bento Ribeiro Dantas, no Centro.

A perícia foi realizada e as investigações correm em sigilo na 127ª DP (Armação de Búzios) para apurar a morte de Leonor. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Cabo Frio e ainda não há informações sobre o enterro da vítima. Os agentes aguardam o resultado do laudo de necropsia e seguem em busca de informações para esclarecer o caso.

A região paradisíaca e sossegada, bastante procurada por turistas, também foi palco de um outro crime que chocou moradores. Neste sábado (19) foi localizado o corpo da jovem Pamela Santos Carvalho, de 26 anos, que estava desaparecida desde a noite do último dia 11, depois de sair do trabalho, na Rua das Pedras.

De acordo com informações, Pamela saiu do trabalho por volta das 20h20 do dia 11 e visualizou o WhatsApp pela última vez às 20h57, antes de perder contato. O desaparecimento foi registrado na delegacia da cidade (127ª DP), que informou que realizava diligências para localizar a vítima. Agora, imagens de câmera de segurança serão usadas para tentar esclarecer o que aconteceu com a jovem. Pamela deixa dois filhos, um menino e uma menina.

Nas redes sociais, moradores se mostraram assustados com a violência: “Apesar de pequena a cidade de Búzios está uma violência igual de cidade grande um acontecimento atrás do outro….. o que está acontecendo com nosso pequeno paraíso? Cadê a cidade pacata que criei meus filhos? Muito triste vê essa cidade se acabando com tanto”; “Búzios virou um filme de terror sem fim. Nunca mais seremos uma pequena e pacata aldeia, um balneário onde éramos simplesmente felizes. Onde estão os vereadores e prefeito que nunca apresentam ao menos uma ideia, um plano ou se comprometam realmente com a população e não somente com seus bolsos e bens?”.

“Meu Deus! Eu morava em São João de Meriti, estou pagando caro para morar aqui e ter um pouco de paz que a violência de lá não deixava e me deparo com isso. Sábado à noite aconteceram vários assaltos aqui no Centro. Se não tomarem providências aqui ficará pior que a Baixada Fluminense”, escreveu uma recém moradora da região.

Fonte: O Dia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.