“Maior fake news dele foi sua própria eleição”, diz Witzel sobre Bolsonaro

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), foi o entrevistado do Roda Viva desta segunda-feira (4). O combate ao novo coronavírus, a crise política no Brasil e sua relação com o governo federal foram alguns dos temas do programa.

Witzel falou sobre algumas medidas de combate à Covid-19, como o endurecimento das políticas de isolamento social e uma possível determinação de ‘lockdown’ no Rio de Janeiro: “A medida efetiva que podemos tomar neste momento é conscientizar as pessoas e, caso não, fiquem, tomar medidas sancionatórias. Não temos na legislação claramente esse tipo de sanção. Precisaríamos fazer com que ela fosse construída. Esse conceito de ‘lockdown’ não existe no nosso ordenamento jurídico”.

Na entrevista, o governador foi questionado sobre a mudança de posicionamento político e sobre a ruptura com Jair Bolsonaro: “O presidente só pensa na eleição de 2022. Considera todos os demais adversários”.

“O presidente é mestre em criar fake news. A maior fake news dele foi sua própria eleição. Nós acreditamos que ele seria a pessoa para liderar projeto de renovação no combate ao crime organizado, combate à corrupção. Mas todas as medidas até agora foram no sentido contrário”, disse Witzel.

Participaram da bancada de entrevistadores Gustavo Zucchi, repórter do site BR Político; André Guilherme, repórter de política do Valor Econômico; Helen Braun, apresentadora da rádio BandNews FM; Joelmir Tavares, repórter de política do jornal Folha de S.Paulo; Leandro Demori, editor-executivo do The Intercept Brasil.

Com apresentação de Vera Magalhães, o Roda Viva é exibido todas as segundas-feiras, às 22h, na TV Cultura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *