Leilão da Cedae arrecada mais de R$ 22 bilhões pelos blocos 1, 2 e 4; bloco 3 não recebe oferta

O leilão da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), nesta sexta-feira (30) na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), arrecadou R$ 22,6 bilhões, com a concessão de três dos quatro blocos ofertados.

Esse valor superou a expectativa de arrecadação inicial, que era de R$ 10,6 bilhões, em 114%.

Confira o resultado final do leilão de concessão da Cedae:

  • Bloco 1 – arrematado pelo Consórcio Aegea por R$ 8,2 bilhões – ágio de 103,13%
  • Bloco 2 – arrematado pelo Consórcio Iguá por R$ 7,286 bilhões – ágio de 129,68%
  • Bloco 4 – arrematado pelo Consórcio Aegea pelo valor de R$ 7,203 bilhões – ágio de 187,75%
  • Bloco 3 – sem vencedor – a única proposta havia sido apresentada pelo Aegea, que optou por retirá-la antes que fosse aberta, o que lhe foi permitido já que havia arrematado o bloco leiloado antes dele, o 4.

Em aproximadamente uma hora de leilão, os três blocos mais valiosos da companhia já tinham sido arrematados com ágio (valor adicional ao mínimo que era exigido no edital) superior a 100% do valor inicial.

O bloco mais barato, que reúne bairros da Zona Oeste da cidade e seis municípios, não recebeu oferta.

O presidente Jair Bolsonaro acompanhou o leilão ao lado governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), e dos ministros da Economia, Paulo Guedes, do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho e da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos.

Bolsonaro foi recebido com protestos no local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *