INSS abre concurso com 1 mil vagas e salário de R$ 5,9 mil - Tribuna NF

INSS abre concurso com 1 mil vagas e salário de R$ 5,9 mil

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou nesta quinta-feira (15) o edital para preencher 1 mil vagas de técnico do seguro social, com salário inicial de até R$ 5,9 mil. As inscrições custam R$ 85, começam amanhã e vão até 3 de outubro.

As vagas exigem ensino médio completo (ou curso técnico equivalente), e 20% serão destinadas a pessoas negras e 5%, a pessoas com deficiência. A prova será aplicada pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

As inscrições começam às 10h de sexta-feira (16), terminam às 18h de 3 de outubro e serão feitas apenas pela internet, pelo site http://www.cebraspe.org.br/concursos/inss_22. A taxa de inscrição poderá ser paga até 21 de outubro.

A jornada de trabalho para o cargo de técnico do seguro social é de 40 horas semanais, e a remuneração inicial de até R$ 5.905,79 é formada por: vencimento básico de R$ 712,61; gratificação de atividade executiva de R$ 1.140,18; gratificação de desempenho de até R$ 3.595; e auxílio alimentação de R$ 458.

O número de vagas autorizadas foi bem menor que o pedido pelo INSS ao Ministério da Economia o (7.575 vagas, sendo 6.004 para técnico do seguro social e 1.571 para analista do seguro social). O último concurso do INSS foi lançado em dezembro de 2015.

Provas e curso de formação

A seleção será feita em 2 etapas, ambas eliminatórias e classificatórias. A primeira será formada por 2 provas objetivas: 1 de conhecimentos básicos, com 50 questões, e outra de conhecimentos específicos, com 70 questões. Já a segunda fase será um curso de formação.

As provas objetivas terão duração de 3 horas e 30 minutos e devem ocorrer em 27 de novembro, no período da tarde, segundo o edital. Já o curso de formação terá carga horária de até 180 horas presenciais, em tempo integral, com atividades que poderão ser nos turnos da manhã e da noite.

O curso será realizado em 9 cidades: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Manaus (AM), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). A avaliação final será uma prova objetiva, com 120 questões, e uma discursiva, com 2 questões.

Durante o curso de formação, o candidato receberá auxílio financeiro equivalente a 50% do salário inicial, segundo o edital. Servidores federais poderão escolher entre receber o auxílio ou continuar com o seu salário e as vantagens de seu cargo.

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *