Grupo de Trabalho Extraordinário da Câmara acompanha atendimento a pacientes com Covid no HFM e Santa Casa

Aconteceu no fim da tarde desta segunda-feira (6), no Hospital Ferreira Machado (HFM) e na Santa Casa de Misericórdia, a primeira ação do Grupo de Trabalho Extraordinário da Câmara de Campos que objetiva acompanhar o quadro pandêmico da Covid-19 no município e suas consequências, visando não só a garantia do atendimento à população como também prestar apoio aos profissionais que atuam na linha de frente do combate ao novo coronavírus e colaborar com o Executivo Municipal para a gradual retomada das atividades socioeconômicas.

Os vereadores ouviram profissionais da Saúde e verificaram a disponibilidade de leitos para pacientes nas duas unidades hospitalares. Relatório da ação deve ser prestado à Mesa Diretora da Casa Legislativa, inclusive com a possibilidade de proposta de ações e projetos em resposta às demandas averiguadas. A ação foi aprovada pelo superintendente do HFM, o médico Arthur Borges.

– Não foi a primeira visita e, quando os vereadores vêm ao hospital, para mim, é uma segurança. Quando a gente coloca no papel as informações, como quantos pacientes estão internados, como está a situação de trabalho, é diferente. É diferente a gente enviar um relatório e eles verem, de verdade, como o hospital está funcionando. É sempre um cenário de guerra e não só em Campos como em toda a parte do mundo, mas eu tenho certeza de que vamos conseguir passar por isso. A primeira coisa que conversei com os vereadores foi sobre eles terem um contato muito grande com a população e isso ser um fator de apoio aos profissionais que atuam no Ferreira Machado. A gente também tem um contato grande com a população, mas quando as pessoas estão doentes, em tratamento. Então, quando os vereadores vêm aqui, vendo as condições de funcionamento e as nossas dificuldades, eles têm a capacidade de repassar isso para a população e tirar um pouco dessa pressão que fica sobre a gente – destacou o médico.

O vereador Helinho Nahim destacou que a ação não foi apenas para fiscalização. “Não buscamos somente fiscalizar o atendimento, mas ouvir as pessoas, os profissionais, apontar ideias que, às vezes, quem está na ponta, na exaustão do trabalho, não consegue visualizar. Parabenizo a atuação dos profissionais do HFM, hospital referência em trauma para toda a região, mas que, há menos de um mês, conseguiu abrir espaço para atendimento também a pacientes com Covid. Com a sensibilidade desses profissionais, hoje são mais de 20 pessoas com a doença atendidas e outras aguardando leitos clínicos e de UTI”, declarou.

Segundo o coordenador do Grupo de Trabalho da Câmara, o vereador Marcione da Farmácia, a fila de espera por leitos verificada no Hospital Ferreira Machado gerou a visita à Santa Casa de Misericórdia, para averiguar a disponibilidade de vagas para pacientes com Covid-19. Na unidade hospitalar, os vereadores foram recebidos pelo diretor da Santa Casa, o médico Kleber Glória, que guiou a visita e apresentou dados da ocupação.

– O objetivo deste trabalho, do trabalho da Câmara, é fazer com que a população, nesse momento crítico da pandemia, possa receber um atendimento digno e pudemos verificar a excelência do trabalho prestado por esses profissionais – concluiu o vereador Anderson de Matos.

Ascom*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *