Gabinete de Crise debate flexibilização e situação atual da Covid-19 no município

Mais uma reunião do Gabinete de Crise Covid-19 foi realizada nesta segunda-feira (19), no auditório do Centro Administrativo José Alves de Azevedo, sede da prefeitura. Durante o encontro, conduzido pelo Prefeito Wladimir Garotinho, foram pontuados critérios para flexibilização das atividades econômicas e sociais, assunto que já vem sendo trabalhado desde sexta-feira (22), além da atual situação da Covid-19 no município.

Wladimir ressaltou que Campos retornou à fase amarela e, com isso, a liberação das lojas comerciais, após análise diária que apontou redução do índice de contaminação da Covid-19, diminuição da pressão sobre a rede de assistência à doença com a abertura de leitos e implantação e cumprimento do Protocolo “Regras da Vida”, um conjunto de normas de segurança sanitária e protocolos específicos a serem cumpridos pelo comércio, indústria e prestadores de serviços, com funcionamento permitido dentro de cada uma das fases do Plano Campos Daqui para Frente.

“A gente autorizou a volta do comércio com 41 medidas de controle e prevenção, mas pedimos à população para que faça a sua parte, senão, novas medidas de restrição serão necessárias, inclusive, medidas mais rígidas. Cada um fazendo a sua parte iremos superar esse momento difícil. Por isso pedimos mais uma vez para que a população não se aglomere e use máscara, pois é importe para preservar vidas”, disse Wladimir.

Segundo o subsecretário de Atenção Básica, Vigilância e Promoção em Saúde, Charbell Kury, quando foi tomada a decisão de suspender as atividades comerciais, o índice de contaminação era de 30%, em média, e de acordo com as últimas análises, está em 20%.

“Isso mostra que estamos conseguindo reduzir a taxa de contágio com a medida de distanciamento. A partir de agora teremos mais uma rodada de avaliação para que possamos verificar se, com a retomada do comércio e com os decretos com as normas da Vigilância Sanitária, conseguiremos manter esses 20%. Não podemos descuidar, pois o índice pode subir novamente e entrarmos em novo caos”, disse Charbell.

PARTICIPANTES – A reunião contou com a presença do secretário Municipal de Saúde, Aldesir Barreto, do subsecretário de Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde, Charbell Kury, da diretora de Vigilância Sanitária, Vera Cardoso de Melo, além de representantes de diferentes segmentos, como Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação de Comerciantes e Amigos da Rua João Pessoa e Adjacências (Carjopa), associação Comercial e Industrial de Campos (ACIC), Associação Evangélica de Campos (AEC), Sindicato das Escolas Particulares do Norte e Noroeste Fluminense (Sinepe), do Setor de Festas, Polícia Militar, Guarda Civil Municipal, além de secretários e vereadores.

Subcom*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *