Empresário foragido da Operação Calvário, na Paraíba, é preso no RJ

O empresário Hilário Ananias Queiroz Nogueira, investigado na Operação Calvário, que apura desvio de R$ 134,2 milhões da saúde e da educação na Paraíba, foi preso nesta quarta-feira (29) pela Polícia Federal no Rio de Janeiro. Hilário estava foragido desde dezembro, quando um mandado de prisão foi expedido contra ele na sétima fase da operação.

A investigação identificou fraudes em procedimentos licitatórios e em concurso público, além de corrupção e financiamento de campanhas de agentes políticos e superfaturamento em equipamentos, serviços e medicamentos.

O empresário é sócio de uma das empresas investigadas na operação e apontado como integrante do núcleo econômico do esquema criminoso denunciado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Governador e ex-governador da Paraíba são alvos da 'Operação Calvário' — Foto: Arte/G1

Conforme a investigação do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do MPPB, a empresa dele teria pago propinas a agentes públicos do Governo da Paraíba em troca de contratos.

Ao todo, as empresas investigadas que forneceram material escolar para a Secretaria de Estado da Educação teriam pago cerca de R$ 57 milhões em propinas. Segundo a investigação, do valor total desviado, mais de R$ 120 milhões foram destinados a agentes políticos e às campanhas eleitorais de 2010, 2014 e 2018

G1*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *