Diretor de presídio do Rio está internado em estado grave com coronavírus

O diretor da cadeia Crispim Ventino, em Benfica, na Zona Norte do Rio, está internado, em estado grave, no Hospital Pedro Ernesto, em Vila Isabel, com coronavírus.

A informação foi confirmada pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

Além do diretor, outros servidores da Seap estão afastados do serviço. Dois deles por terem atestado positivo para a Covid-19. Outros 118 são por, segundo a secretaria, integrarem o grupo de risco por serem cardíacos ou hipertensos, por exemplo.

O G1 apurou que o diretor da Crispim Ventino está em uma área de isolamento do Hospital Pedro Ernesto e não pode receber visitas.

A unidade em que ele trabalha como diretor é adjacente à cadeia pública José Frederico Marques, e recebe apenas presos que estão em regime aberto. São os que trabalham fora da cadeia e voltam apenas para dormir.

A casa do albergado já foi investigada por denúncia de orgias com prostitutas em 2018.

Em nota, a Seap explicou o caso.

“Informamos, ainda, que há três casos de Covid- 19 entre os servidores do sistema prisional fluminense. É importante ressaltar que eles, que estavam afastados de suas funções, já estão recebendo tratamento médico hospitalar e, também, não tiveram contato com outros inspetores penitenciários nem internos. A Seap está acompanhando o referido diretor e os demais servidores infectados pela doença. Até o momento, 118 servidores estão afastados de serviço por questões médicas. A Seap esclarece que, como procedimento de rotina, os atestados médicos dos mesmos são encaminhados à pericia da Secretaria de Estado de Saúde, que os analisa e tem a responsabilidade de deferir ou não a licença médica”.

G1*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *