Descartada suspeita de febre maculosa em SJB

A Secretaria Municipal de Saúde informou nesta quarta-feira, 6, que foi descartada a suspeita de febre maculosa em um paciente que morreu na Santa Casa de Misericórdia no dia 22 do mês passado. A causa do óbito continua sendo investigada. Por causa da ocorrência de casos suspeitos e confirmados em outros municípios, a Vigilância Epidemiológica segue monitorando a situação na região.

O exame que descartou a suspeita foi feito no Laboratório Central Noel Nutels (Lacen), no Rio, para onde a Secretaria encaminhou amostra do sangue do paciente.

Febre maculosa

A febre maculosa é uma doença febril, aguda e de gravidade variável. Pode variar de formas leves a graves, com sintomas de febre, dor de cabeça, mal estar, dor no corpo e manchas vermelhas na pele. É causada por bactérias do gênero Rickettsia, tendo como reservatórios equídeos, roedores e marsupiais, como capivara e gambá, e como vetores carrapatos do gênero Amblyomma. A transmissão ocorre pela picada do carrapato ou pelo ato de retirá-lo da pele do animal e esmagá-lo com as unhas. O período de incubação vai de dois a 14 dias, contando a partir do contato com o carrapato. Como os sintomas são comuns a outras doenças é fundamental a investigação de contato com esses animais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *