Deputado propõe licença-TPM

Voltou a tramitar na Câmara um projeto que permite à mulher se afastar do trabalho até três dias por mês durante o período menstrual.

A proposta dá ao patrão o direito de exigir da trabalhadora a compensação das horas não trabalhadas.

A justificativa cita estudo segundo o qual 65% das brasileiras sofrem com cólicas e 70% perdem produtividade no período com cansaço, inchaço, enjoo e dores.

“Não haverá nenhum prejuízo para a empresa. Ao contrário, pois a empregada estará afastada no período de menor produtividade, fazendo a compensação quando sua produtividade tiver voltado ao normal”, diz no documento o deputado Carlos Bezerra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *