Delação de ex-secretário de Obras de Cabral/Pezão mira empreiteiras de médio porte

Em meio às disputas com a Procuradoria-Geral da República (PGR), as forças-tarefas da Operação Lava Jato seguem tocando as investigações e fechando acordos de delação premiada, fundamentais desde o começo das apurações. No Rio, a CNN apurou que ganhou novo fôlego a colaboração de Hudson Braga, ex-secretário estadual de Obras.

Braga ficou no cargo entre 2011 e 2014, e foi figura importante nos governos de Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão. Fontes ouvidas pela CNN afirmam que os procuradores do Ministério Público Federal terão um novo filão para explorar a partir da delação, que é a relação do governo do Rio de Janeiro com empreiteiras de médio porte. Trata-se de construtoras consideradas menores quando comparadas com outras que fecharam obras milionárias durante os governos Cabral e Pezão.

O acordo de Hudson Braga com o Ministério Público Federal é negociado desde 2018, mas só agora sairá do papel. Braga foi preso em 2016 junto com Sérgio Cabral, mas está solto desde 2018.

Procurada, a força-tarefa da Lava Jato do Rio não se manifestou. O advogado Roberto Pagliuso, que defende Hudson Braga, afirmou que o sigilo o impede de prestar qualquer informação.

CNN*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *