Crianças com comorbidades serão as primeiras a receberem vacina contra Covid-19 em Campos

A vacinação das crianças entre cinco e 11 anos contra a Covid-19 começa na próxima terça-feira (18). As primeiras crianças vacinadas nesta faixa etária serão as que apresentam comorbidades. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) a priorização desse público ocorreu porque o município recebeu da Secretaria de Estado de Saúde (SES), neste sábado (15), somente 3.070 doses do imunizante pediátrico da Pfizer. A expectativa é aplicar em torno de 56 mil doses da vacina, considerando as sete faixas etárias.

O cronograma seguirá ordem decrescente de idade, devendo comparecer aos postos nesta terça (18) crianças de 11 e 10 anos. Na quarta-feira (19) será a vez daqueles que têm 9 e 8 anos. Na quinta-feira (20), as crianças de 7 e 6 anos e, na sexta-feira (21) é para os de 5 anos e repescagem para quem perdeu a data.

A aplicação da vacina para crianças ocorrerá em sala exclusiva, com espaço para recepção de crianças e responsáveis, das 8h30 às 13h, no Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE) e Centro Saúde Guarus, além das Unidades Básicas de Saúde e Estratégia da Família (UBSF) Custodópolis; Felix Miranda; Santo Amaro; São Sebastião; Parque Imperial; Parque Rodoviário; Lagoa de Cima; e Morro do Coco.

Para a imunização das crianças será necessário comprovação da comorbidade que poderá ser laudo médico, receita, carteirinha de algum programa, como, por exemplo, Programa de Assistência ao Paciente com Asma e Rinite (Proapar) ou Unidades de Assistência de Alta Complexidade (UNACON), além da caderneta de vacinação, RG, CPF, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e comprovante de residência. Pacientes que já são atendidos no CRIE não precisa do documento comprobatório, devendo apresentar somente documentos pessoais.

As comorbidades listadas pelo Ministério da Saúde são cardiopatia; pneumopatia; imunocomprometidos; renal crônico; doença neurológica crônica; doença hepática crônica; doença hematológica crônica; obesidade; diabetes mellitus; asma; e síndrome down.

“A vacinação será feita de forma organizada, com as equipes preparadas para acolher cada família. A imunização contra a Covid-19 é segura e tem eficácia comprovada. As crianças têm pouquíssimas reações à vacina e o benefício é muito maior que os riscos”, disse o subsecretário de Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde, Charbell Kury.

Além da segurança da vacina, Charbell argumenta que mais de 10 milhões de doses do imunizante já foram aplicadas nos Estados Unidos da América (EUA) e que até o momento não há registro de óbitos relacionados à vacinação. Ainda segundo o especialista, o número de mortes de crianças no Brasil por Covid-19 em 2020/2021 é muito maior que a soma de todas as mortes causadas por doenças preveníveis por vacina, como, por exemplo, meningite, diarreia, sarampo e pneumonia.

“A Covid tem gerado aumento expressivo de casos em crianças nos Estados Unidos. Só na última semana foram internadas mil crianças por dia porque o vírus se adapta, deixando de pegar os adultos vacinados para pegar as crianças não vacinadas e, isso, traz um diagnóstico chamado Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P), com quadro grave que leva a uma série de complicações à criança, como, por exemplo, as cardiológicas e respiratórias. A taxa de mortalidade dessas crianças no Brasil é de 7% enquanto que na Europa e Estados Unidos é de 1%”, disse o infectologista.

Após a vacinação das crianças com comorbidades, será a vez das quilombolas, que feita através de agendamento específico pelo Programa de Atendimento aos Assentamentos e Quilombolas (PAAQ). A vacina será aplicada na própria comunidade.

A vacinação de crianças sem comorbidades também será em ordem decrescente de idade e de acordo com o quantitativo de vacina que o município receber. O esquema vacinal para crianças de 5 a 11 anos definido pelo Ministério da Saúde prevê duas doses da vacina pediátrica Pfizer com intervalo de oito semanas entre cada uma delas.

CRONOGRAMA
Terça-feira (18) – Crianças de 11 e 10 anos
Quarta-feira (19) – Crianças de 9 e 8 anos
Quinta-feira (20) – Crianças de 7 e 6 anos
Sexta-feira (21) – Crianças de 5 anos e repescagem para todos que perderam a data.

Subcom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.