Covid-19: Prefeito Wladimir aluga mais 10 leitos UTI para salvar vidas

Para atender as demandas da pandemia da Covid-19, que tem provocado 100% de ocupação dos 119 leitos de UTI destinados para o tratamento de pacientes nos hospitais de Campos, o Prefeito Wladimir Garotinho conseguiu nesta segunda-feira (22) alugar mais 10 leitos UTI, elevando para 129 leitos Covid. O município já conta com 172 leitos clínicos para Covid. A média do número de leitos UTI para Covid em Campos está acima do que preconiza a OMS (Organização Mundial da Saúde). O Prefeito ressalta que após conseguir mais leitos que são dotados de equipamentos específicos, existe outra dificuldade que é a de montar a equipe médica multidisciplinar para operar cada leito que funciona 24 horas.

“Desde que se agravou a pandemia da Covid-19, trabalhamos bastante para conseguir equipamentos e medicamentos para cuidar dos pacientes. Em janeiro, conseguimos mais leitos, numa parceria com a Prefeitura de Duque de Caxias, mas temos enfrentado a dificuldades de montar as equipes médicas porque são profissionais especializados e estamos tendo que trazer médicos de outras cidades. Agora consegui mais 10 leitos, mas teremos que encontrar os bloqueadores e trazer também mais profissionais para que estes novos leitos possam funcionar para atender as demandas, que infelizmente tem crescido, com fila de espera em vaga de UTI nas duas últimas semanas. Mas não adianta nossos esforços se não diminuir o contágio, e por isso as medidas restritivas são necessárias”, enfatizou Wladimir.

Nesta segunda-feira (22), após reunião online com membros do Ministério Público (MP) e prefeitos da região, também preocupados com as aglomerações nas praias devido ao feriadão da Semana Santa, Wladimir pediu ao governador Cláudio Castro apoio para o combate regional durante o possível lockdown regional. Pediu também a remessa para Campos de bloqueador neuromuscular para UTIs da Covid. O medicamento é utilizado para auxiliar na respiração mecânica de pacientes intubados. Mas o governador informou que o produto está escasso no mercado. “Vou estar pessoalmente com o governador o mais breve possível para de alguma forma conseguir mais apoio para o enfrentamento da pandemia, porque Campos é uma cidade polo e recebe grande demanda regional na área da Saúde”, pondera prefeito.

CAMPOS TEM NÚMERO DE LEITOS ACIMA DA MÉDIA DA OMS – “Estamos num impasse preocupante. Temos a média de 4,5 leitos por cada mil habitantes, acima, portanto, do que preconiza a OMS (Organização Mundial da Saúde), que é de 1 a 3 leitos, mas não temos os bloqueadores neuromusculares no Brasil em quantidade para atender as demandas. Também não temos o número de profissionais médicos para atender todos os leitos que estamos providenciando e temos que contratar de outros centros”, destacou Wladimir.

Subcom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *