Corpo de Adriano da Nóbrega passa por nova perícia na tarde desta quinta-feira

Uma nova perícia no corpo de Adriano Magalhães da Nóbrega será feita, na tarde desta quinta-feira (20), pela diretora do Instituto Médico Legal do Rio (IML).

Autoridades e peritos da Bahia também vão acompanhar o procedimento. Acusado de envolvimento com a milícia, ele foi morto na madrugada doa dia 9 de fevereiro em Esplanada, na Bahia.

A segunda necrópsia foi um pedido do Ministério Público da Bahia, acatado pela Justiça do estado. Segundo o MP, o objetivo é esclarecer dados considerados obscuros, entre eles, a trajetória dos tiros.

O senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente da República, chegou a divulgar um vídeo de uma suposta perícia. O Governo da Bahia nega que seja o corpo de Adriano. Flávio, quando era deputado estadual, homenageou o então policial militar.

No semana passada, a Justiça do Rio proibiu a cremação do corpo do miliciano. O pedido de cremação havia sido feito pela família do ex-policial. O corpo chegou ao Rio no último domingo.

Em um documento enviado pelo IML do Rio à Justiça fluminense, a perita Luciana Lima afirma que o corpo não está em boas condições de conservação e que o IML não possui câmaras de congelamento.

O MP do Rio também vai analisar documentos e uma agenda encontrados pelos policiais baianos.

Adriano estava foragido há mais de um ano e foi localizado na Bahia, onde foi morto em ação do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *