Coronavírus: Witzel poderá requisitar leitos ociosos da rede de hotelaria

Opinião:

Adotando os critérios das últimas horas pelo governo da Espanha, o governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, pode em sintonia com os empresários da rede hoteleira do estado a requisitar, durante a pandemia, os apartamentos ociosos, que na verdade são leitos, onde deverão ser colocadas as pessoas que estiverem obrigadas a fazer quarentena e que não tem acomodações em sua residência para evitar a contaminação geral.

Pela resenha do noticiário a União e os estados necessitam, nesse momento, de logística, coisa que sobra na iniciativa privada. Ainda que o estado venha remunerar os hotéis por esses leitos que forem usados, a iniciativa fará com que a pandemia, pelo menos no Rio, venha criar um impacto menor.

A hora é de união e o governador Witzel é aquele que tem demonstrado a melhor performance para o gerenciamento da crise. Afinal esse também é o preço de se manter o aeroporto do Galeão aberto.

De outro lado os empresários da rede hoteleira também vão contribuir com a cidade e com o estado. E porque não dizer a cidade somos todos nós.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *