Claro NET caiu: usuários relatam problemas no serviço de internet

Usuários de todo o país têm reclamado da queda dos serviços de internet da operadora Claro NET . De acordo com o site Down Detector, que permite a visualização em tempo real de falhas em todos os tipos de serviços, o pico das reclamações aconteceu por volta das 14 horas desta segunda-feira (04), quando mais de 1.200 queixas foram registradas na Claro e mais de 4.300 na NET.

Os problemas são no serviço de internet, sobretudo a banda larga fixa. As cidades que mais relataram problemas ao Down Detector foram as paulistas São Paulo, Santo André, Campinas, Guarulhos e Osasco, além de Manaus, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre.

No Twitter , não faltou gente reclamando da situação. Além da queda da internet, alguns usuários relataram que não conseguem acessar seus serviços telefônicos, além de não conseguirem se conectar ao aplicativo da operadora, tampouco falar com os canais de atendimento ao cliente. Outros disseram, ainda, que o serviço de televisão da Claro NET também está indisponível.

Procurada pela reportagem, a Claro informou que está verificando a situação. A matéria será atualizada assim que a empresa divulgar mais informações sobre o caso.

Internet pior na quarentena

A queda da internet da Claro não é um evento único durante o período de isolamento social causado pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2). De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações ( Anatel ), o número de reclamações sobre o serviço de banda larga fixa de todas as operadoras brasileiras subiu 32% entre a primeira e a segunda quinzena de março.

A sobrecarga das redes de internet durante o período de isolamento social tem sido uma preocupação recorrente. A própria Anatel se reuniu recentemente com operadoras e empresas de streaming para avaliar o impacto do momento na rede brasileira de internet. Alguns serviços de streaming , como Globoplay e YouTube , diminuíram a qualidade de seus vídeos para poupar a rede.

IG*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *